Lichia: fruta exótica com vários benefícios à saúde

Lichia: fruta exótica com vários benefícios à saúde

bernadetealves.com
Lichia: a fruta que ajuda na manutenção da imunidade


A lichia é uma fruta de cor avermelhada cuja safra começa em dezembro e se estende até janeiro. A fruta de sabor adocicado pode ser consumida in natura, em sucos, chás ou como ingredientes de doces e sorvetes e outras bebidas. Mas o que ela esconde por trás das suas cascas vermelhas e polpa branca suculenta são os vários benefícios à saúde.


A lichieira é uma árvore originária da China, mas os maiores produtores da fruta são Vietnã, Tailândia, Índia, Madagascar e África do Sul. No Brasil, a lichia começou a ser comercializada por volta da década de 1970. A grande produção dessa fruta se concentra a noroeste do estado de São Paulo,mas também é produzida em Minas Gerais, na Bahia e no Paraná.

bernadetealves.com
Lichieira florida, árvore originária da China que dá frutos suculentos e saudáveis


A nutricionista Natália Barros, mestre em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo, diz que a lichia apresenta vitaminas e sais minerais importantes, como a vitamina C, vitaminas do complexo B, potássio, cálcio, ferro, magnésio, fósforo e folato.


A vitamina C possui ação antioxidante fundamental no combate aos radicais livres que causam danos às nossas células e contribuem para a inflamação. “Só para termos uma noção de comparação, em uma porção de 100 gramas ela tem mais vitamina C do que a laranja, podendo auxiliar no bom funcionamento do nosso sistema imunológico”, afirma a nutricionista Natália Barros,especialista em saúde feminina.


Além disso, segundo ela, a vitamina C junto com o folato estimula a produção e o funcionamento de glóbulos brancos, células de defesa essenciais para prevenir e combater infecções.


Pouco calórica, já que 100 gramas da fruta tem quase 70 calorias, mas com grande concentração de fibras e água, pode fazer parte da alimentação de quem busca o emagrecimento, uma vez que as fibras auxiliam na saciedade e, consequentemente, na redução da ingestão de calorias.


A aparência dessa fruta é rústica por fora. O fruto tem formato redondo, ovoide ou em forma de coração. A casca é rugosa e fácil de ser destacada. O fruto possui apenas uma semente de coloração marrom, e o arilo (cobertura carnosa presente em certas sementes) é branco, translúcido e doce. Após ser colhida, a lichia escurece rapidamente, sendo esse um problema grave para a sua comercialização. Vale destacar que o escurecimento provoca pouca alteração na qualidade da polpa da fruta.


Segundo o doutor em ciências dos alimentos e pós-doutor em alimentos bioativos, Edson Credidio, a lichia é um alimento que possui antioxidantes, contribui para redução de problemas cardíacos e tem baixas calorias, entre outros importantes benefícios.


Ajuda a reduzir pressão arterial

bernadetealves.com
A Lichia ajuda a reduzir pressão arterial devido a alta quantidade de potássio


A alta quantidade de potássio presente na fruta ajuda na redução da pressão arterial. Isso porque cada 100 gramas de lichia apresentam 171 mg de potássio. O mineral atua contra os efeitos do sódio, o principal responsável pelos desajustes da pressão arterial. Além disso, o folato, a vitamina C e o ferro são compostos que também podem auxiliar na redução da pressão sanguínea.

Ajuda na manutenção da imunidade


Rica fonte de vitamina C, cada 100 gramas da fruta contém 71,5 mg do nutriente, ela ajuda a prevenir gripes e resfriados. A ação antioxidante da vitamina C também auxilia no combate de doenças crônico degenerativas e cardíacas. “Alguns trabalhos científicos também já mostraram que o consumo da polpa branca da lichia, rica em flavonoides, pode prevenir o crescimento de células cancerígenas”, afirma o médico nutrólogo Edson Credidio.


A casca da fruta ainda contém quantidades significativas de compostos fenólicos, antocianinas, que são os principais polifenóis que auxiliam a eliminar os radicais livres, sendo utilizados na prevenção de diversas doenças.


Auxilia no controle do colesterol

bernadetealves.com
Suco de Lichia: a fruta exótica que aumenta a imunidade


A lichia sozinha não é capaz de controlar os níveis de colesterol. No entanto, por conter grande concentração de compostos antioxidantes, como as proantocianidinas, fibras e auxiliar no emagrecimento, ela reduz a absorção do colesterol “ruim”, o LDL, contribuindo para a diminuição dos seus níveis no sangue e equilibrando o nível de colesterol total. “Isso sem contar que antioxidantes como a epicatequina e a rutina melhoram a saúde do coração e reduzem o risco de desenvolver doenças cardíacas e diabetes”, endossa Credidio.


Auxilia no emagrecimento


O baixo teor calórico da lichia está diretamente relacionado a sua grande quantidade de água, que chega a representar quase 80% da fruta. Mesmo assim ela é rica fonte de vitamina C, além de vários compostos bioativos e minerais como potássio e cobre. “Seus polifenois agem na queima de gordura abdominal, reconhecidamente a mais prejudicial de todas. Em conjunto com as fibras, a fruta garante saciedade por mais tempo. Isso faz dela uma ótima opção para ajudar na dieta para redução de peso”.


A fruta apresenta o bioativo oligonol, que melhora a circulação sanguínea, promove a eliminação do excesso de líquidos, e consequentemente ajuda na perda de peso. “A lichia também apresenta em sua composição um composto chamado cianidina, um pigmento responsável pela cor avermelhada da casca, que tem ação antioxidante, o que ajuda na queima de gorduras”, diz Regina Barros.


Faz bem para a pele

bernadetealves.com
Lichia – a fruta natalina com vários benefícios à saúde


Como a lichia é rica fonte de vitamina C e compostos fenólicos, essas substâncias tanto atuam na prevenção do envelhecimento precoce como apresentam propriedades de rejuvenescimento e proteção, inclusive aos raios ultravioletas. A vitamina C tem propriedades anti-inflamatórias e ajuda a estimular a produção de colágeno. Ela também atua no tratamento da acne e na suavização de manchas.


Melhora qualidade do sono

bernadetealves.com
Lichia: a fruta do Natal que tem inúmeros benefícios para a saúde


Outros nutrientes presentes na lichia são os minerais zinco, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. O consumo dessas substâncias dará o aporte necessário para melhorar a qualidade do sono e também o humor. No caso do magnésio, por exemplo, ele ajuda na produção de neurotransmissores importantes para que o ciclo do sono aconteça. Além disso, ajuda a equilibrar a transmissão nervosa, reduzindo a agitação mental.


É coadjuvante no controle do diabetes

bernadetealves.com
Cheviche de Lichia: a fruta que melhora a qualidade do sono e humor


A lichia pode ser coadjuvante no tratamento do diabetes, segundo Natalia Barros. Isso porque ela possui compostos fenólicos, como o oligonol, que age na regulação do metabolismo da glicose, reduzindo a resistência à insulina, o que pode ajudar no controle dos níveis de açúcar no sangue. “Outro composto importante nesse sentido é a hipoglicina, uma substância que diminui a produção de glicose e, portanto, contribui para o controle da glicemia”.

Contribui para o crescimento de unhas e cabelos


As vitaminas C e as do complexo B (tiamina, biotina), além dos compostos fenólicos antioxidantes presentes na lichia, auxiliam na formação do colágeno e no combate aos radicais livres, contribuindo assim para a manutenção da saúde do cabelo e das unhas. “A vitamina C, a niacina e tiamina ajudam os folículos do cabelo, nutrindo-os e fortalecendo-os, já que também aumentam a circulação do sangue e o suprimento de oxigênio nesta região. Dessa forma, eles garantem a oferta de nutrientes e o crescimento de cabelos e unhas saudáveis”.

bernadetealves.com
Caipirinha de Lichia, a fruta exótica dos meses de dezembro à fevereiro

A lichia parece não ter contraindicações. Entretanto, não deve ser consumida em jejum e/ou quando nossos níveis de glicose estão reduzidos. “Isso por causa da hipoglicina, que altera o metabolismo da glicose pelo corpo e faz com que os níveis de açúcar no sangue caiam ainda mais, podendo levar a uma crise de hipoglicemia”, alerta Regina Barros.

Valores nutricionais da lichia em 100 gramas:Calorias: 66 kcal

  • Carboidratos: 16,53 g
  • Proteínas: 0,83 g
  • Gorduras totais: 0,44 g
  • Fibras: 1,3 g
  • Vitamina C: 71,5 mg
  • Vitamina E: 0,07 mg
  • Vitamina K: 0,4 mg
  • Sódio: 1 mg
  • Potássio: 171 mg
  • Cálcio: 5 mg
  • Cobre: 0,148 mg
  • Ferro: 0,31 mg
  • Magnésio: 10 mg
  • Manganês: 0,055 mg
  • Fósforo: 31 mg
  • Selênio: 0,06 ug
  • Zinco: 0,07 mg


A lichia parece não ter contraindicações. Entretanto, não deve ser consumida em jejum e/ou quando nossos níveis de glicose estão reduzidos. “Isso por causa da hipoglicina, que altera o metabolismo da glicose pelo corpo e faz com que os níveis de açúcar no sangue caiam ainda mais, podendo levar a uma crise de hipoglicemia”, alerta a nutricionista Natália Barros.


Fotos: Divulgação e Reprodução