Coluna Bernadete Alves

Luto em Brasília: morre o médico pioneiro Oscar Mendes Moren, aos 89 anos.

Dr. Oscar Mendes Moren
Dr. Oscar Mendes Moren, pediatra pioneiro de Brasília, com a esposa Elinor Watson

É com tristeza que registro o falecimento do pediatra Oscar Mendes Moren, ocorrido ontem, no mês em que completou 89 anos. Nos últimos 10 meses, Oscar teve uma piora no quadro de saúde após sofrer um infarto. Ontem, sofreu uma falência múltipla de órgãos. Deixa a mulher Elinor Watson, com quem foi casado por 57 anos e as filhas Monique e Ellen, duas netas e um neto. O velório será amanhã das 11 às 18 horas no Campo da Esperança, na Asa Sul.

Dr. Oscar dedicou sua vida cuidado da vida dos outros. O carioca formado na  Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro em 1955, foi para Nova York fazer a residência no The Long Island Jewish Hospital. Lá conheceu a enfermeira Elinor, o amor de sua vida. Em 1959 retornou ao Brasil e em 1960 veio para Brasília para fazer parte da equipe de pediatria do antigo Hospital Distrital de Brasília.

Dr. Oscar Moren
Dr. Oscar Mendes Moren, com a esposa Elinor Watson e o Dr. Jair Evangelista, pediatra pioneiro de Brasília, amigo pessoal de Moren

Dr. Oscar Moren chefiou a unidade de pediatria do Hospital de Base por 30 anos, até 1991, e atendeu várias gerações de brasilienses, junto com o amigo e colega Dr. Jair Evangelista. O governador Rodrigo Rollemberg decretou luto oficial de três dias no Distrito Federal. “Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento de Oscar Mendes Moren, um dos pioneiros de Brasília e uma das principais figuras da história da medicina da cidade. Médico, pediatra exemplar, Moren dedicou sua vida às crianças com uma dedicação ímpar, com um cuidado e um zelo daqueles que amam sua profissão. Seu exemplo, como ser humano e profissional, seguirá vivo inspirando novos pediatras. Minas condolências e orações aos familiares e amigos neste momento de perda”,diz a nota do governador Rollemberg.

Medico e pintor Oscar Moren
Dr. Oscar Mendes Moren, médico pioneiro e pintor de Brasília

O Dr. Oscar Moren também pintava. Ele fazia da arte sua nova “medicina”. Suas obras podem ser conferidas na galeria da Casa Thomas Jefferson, na 906 Sul. O pediatra foi um grande profissional da saúde, um homem gentil e atencioso com todos. Ele parte após uma brilhante e dedicada jornada na história da medicina em Brasília. Seu exemplo, como ser humano e profissional, viverá em nossos corações. Força Elinor, Monique e Ellen. Minha solidariedade e orações neste momento de dor.

 

Brasil ganha ouro na Copa Continental

O atleta Darlan Romani, 27 anos, que representa a seleção das Américas, na Copa Continental conquistou neste sábado a medalha de ouro no arremesso de peso. Em Ostrava, na República Tcheca, o catarinense obteve as duas melhores marcas da competição. Depois do êxito retorna para o Brasil para participar do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, que será disputado nos próximos dias 14, 15 e 16, no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo. Parabéns Romani.

 

Anitta está solteira

Chegou ao fim o casamento da cantora Anitta e do empresário Thiago Magalhães. A informação do fim do relacionamento de 10 meses foi confirmada pela assessoria da cantora. Anitta não terá tempo de pensar sobre o assunto já que está lançando a música “Perdendo a Mão” gravada com os produtores Seacket, e com a participação especial de Jojo Todynho, sua amiga carioca.

 

Banda Sinco defende pole dance

A banda brasiliense Sinco acaba de lançar a canção “A gente não tinha nada” nas plataformas digitais. O grupo se prepara para lançar um clipe da música, onde pretendem mostrar que o “pole dance” vai além de uma dança sensual.