Lyocell – o tecido sustentável cada vez mais presente nas araras de lojas

A busca contínua por tecidos melhores, sustentáveis e amigos do meio ambiente levou a algumas invenções interessantes. Uma dessas criações é o tecido Lyocell, popularmente  conhecido como Tencel.

bernadetealves.com

Árvores como eucalipto, carvalho e bétula são colhidas de plantações de árvores ou florestas e enviadas para a fábrica para serem descascadas e cortadas em vários pedaços. Esses pedaços de madeira são colocados em digestores químicos para amaciá-los em uma polpa úmida. A polpa é então lavada com água e, em alguns casos, branqueada. Ela é seca e então enrolada em rolos.

bernadetealves.com

Lyocell é um material natural feito pelo homem a partir de celulose ou de pasta de madeira. Isso é feito por meio de um avançado processo de fiação com solvente. Foi produzido  pela primeira vez na extinta instalação de fibra de Enka, nos Estados Unidos, em 1972.

Passou a ser desenvolvido e comercializado nos Estados Unidos como Tencel, daí o seu nome Courtaulds. Mais tarde, a divisão Tencel foi vendida para a empresa austríaca Lenzing AG, um gigante têxtil e um dos maiores produtores de Lyocell do mundo.

Lyocell pode ser chamado com precisão de fibra recuperada ou regenerada. A versatilidade do tecido lyocell é evidente nas muitas coisas diferentes para as quais ele é usado. É usado para fazer roupa de cama, jeans, camisas, camisetas, camisetas, calças e até mesmo toalhas.

A maciez do Lyocell  e o aspecto brilhante dá textura diferenciada às roupas de gigantes do fast fashion como a Renner, Riachuelo e Hering. Segundo os estilistas o produto é uma solução milagrosa para os problemas relacionados à produção do algodão

Ele está em todos os lugares, das grifes de luxo às produções voltadas ao street style. Seu visual cintilante, toque suave e caimento leve tem feito sucesso entre as fashionistas internacionais e as gigantes do fast fashionm, como  H&M  e Zara.

As lojas de departamentos investem muito no tecido da vez  pela textura, beleza e caimento. As fibras Lyocell são lisas, elásticas e muito resistentes às rugas.

As roupas s feitas de tecidos 100% lyocell devem ser lavadas à mão em um recipiente com água morna ou fria e um detergente suave para evitar danos. Lembre-se de nunca torcer ou apertar o pano úmido e secá-lo ao ar livre com um cabide.

Do ponto de vista do consumidor, o tecido Lyocell é mais caro. Isso se deve à tecnologia utilizada no processamento. Simplesmente custa mais para produzir, e isso é transferido para os compradores. Alguns fabricantes de vestuário combinam o tecido lyocell com outros materiais como algodão ou nylon para reduzir o custo.

O Lyocell é considerado amigo do meio ambiente porque os  tecidos das células liocelulares são naturalmente biodegradáveis; Lyocell não produz subprodutos nocivos;  O principal ingrediente, a celulose, é facilmente obtido a partir de plantações de árvores manejadas;  O solvente de óxido de amina não é tóxico;  O cultivo de árvores para produção de materiais Lyocell não requer irrigação ou pesticidas; O óxido de amina é reciclável. Ou seja, depois de usá-lo para quebrar o spin e o endurecimento da celulose, o óxido de amina pode ser reutilizado no processo de fabricação.

bernadetealves.com

E mais: comparado com a fabricação de outras fibras de celulose, a produção de lyocell é significativamente menos tóxica e desperdiçadora;  O solvente de óxido de amina utilizado é não tóxico, e porque a maior parte dele é reciclado durante a produção, não é liberado no meio ambiente;  A produção de Lyocel é curta. Leva cerca de duas horas e meia desde o corte da madeira até a cardagem. Portanto, em comparação com a produção de outras fibras artificiais, ele usa menos água e energia.