Temporais em Brasília causam inúmeros prejuízos e sustos

bernadetealves.com
Temporal em Brasília deixou carro boiando na Tesourinha da 109/110 Norte

Este é o fevereiro mais chuvoso dos últimos 17 anos no Distrito Federal, que continua em estado de perigo nesta quinta-feira (18/2), com ventos que podem chegar a a 100 km/h, riscos de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvore, alagamentos e descargas elétricas.

As chuvas desta semana estão complicando a vida da população não só no trânsito como nas áreas residenciais. Devido às chuvas intensas, Brasília registra, diariamente, ruas alagadas, acidentes de trânsito e queda de árvores.

bernadetealves.com
Quadra 402 Norte ficou completamente alagada e assustou moradores da 402 Norte

Dados revelam que, até quarta-feira (17/2), a capital do país registrou 398 milímetros em precipitações. Esse índice fica atrás apenas do verificado em 2004, que marcou 422,3 milímetros de chuva no segundo mês do ano.

bernadetealves.com
Temporal em Brasília causa inúmeros prejuízos e sustos

O Plano Piloto tem mais do que o dobro do esperado de chuvas para este mês, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) com volume de água de 381,8 milímetros em precipitações (108%), seguido por Brazlândia (65%), Paranoá (63%) e Gama (36%).

A tesourinha da 109/110 Norte virou uma cachoeira e impediu o tráfego por horas. O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) perdeu parte do teto, afetando o  Núcleo de Radiologia e Imagenologia e a Central de Material Esterilizados.

bernadetealves.com
Temporal em Brasília causa inúmeros prejuízos e sustos

Na SQN 402 as calçadas e ruas viraram rios e os carros ficaram ilhados na comercial. Nos Blocos residenciais as garagens e poços de elevadores ficaram inundados causando prejuízos e sustos. Os Bombeiros foram chamados para bombear a água do subsolo dos blocos e o Detran teve trabalho para evitar acidentes com vítimas.

  • bernadetealves.com
  • bernadetealves.com

O Planto Piloto ficou tomado pela água. A falta de escoamento e drenagem adequados nas quadras levou as pessoas ao desespero.Há registros de alagamentos nos Eixos L e W e na W3. Na L2 Norte, um ônibus atolou na lama.

Na 215 Sul uma grande árvore caiu na entrada da quadra impedindo a saída e entrada dos moradores. A via foi desobstruída pelo Corpo de Bombeiros. Na SQS 306 uma árvore de grande porte caiu sobre quatro veículos que estavam estacionados. Felizmente ninguém se feriu.

bernadetealves.com
Temporal em Brasília causa inúmeros prejuízos e sustos

Em Vicente Pires as ruas se transformaram em córregos espalhando lama e caos por toda a cidade. Os moradores da Rua 5 viveram momentos de pânico.

bernadetealves.com
Temporal no Distrito Federal inunda avenidas em Vicente Pires

A chuva também provocou alagamentos em Águas Claras, na Quadra 301, no Riacho Fundo e no Recanto das Emas. Tanto no Recanto quanto no Pistão Sul de Taguatinga os bueiros transbordaram com a força das enxurradas.

Segundo o Inmet o tempo vai continuar chuvoso até o dia 22. A Defesa Civil alerta para as rajadas de vento, trovoadas e quedas de raios e pancadas intensas de chuva.

Fotos: Felipe De Angelis e imagens cedidas por internautas