Projeto da UnB é selecionado para maior evento aeroespacial do mundo

bernadetealves.com
Universidade de Brasília, Engenharia Aeroespacial, Campus do Gama

Alunos da Universidade de Brasília vão apresentar plataforma de testes para motor de foguetes no Congresso Internacional de Astronáutica (IAC), maior evento do setor aeroespacial do mundo, em Dubai, nos Emirados Árabes, entre 25 e 29 de outubro deste ano.


O Congresso Internacional de Astronáutica reúne pesquisadores e empresas de diversos países, como a Nasa e para nossa alegria a Universidade de Brasília vai representar o Brasil.


A plataforma desenvolvida pelos alunos de graduação em Engenharia Aeroespacial no campus da UnB no Gama, Mateus Sant’Ana, Maurício Sá Gontijo, Pedro Henrique dos Santos, Renato Brito e Tiago Rodrigues, foi uma proposta de reconfiguração da bancada do laboratório de propulsão química da UnB. Para o desempenho ideal, a equipe sugeriu incorporar um modelo “vertical”.

bernadetealves.com
Alunos de Engenharia Aeroespacial da UnB produzem bancada de testes para motor de foguetes em laboratório


O estudante da UnB, Mateus Sant’Ana, de 23 anos, diz que a placa de fabricação 3D em bancada de testes para motor de foguetes, é uma plataforma que serve para testar os sistemas e a operação do motor de foguetes, em laboratório. “Quando um foguete é lançado, ele vai na posição vertical. Uma bancada vertical, em muitos casos, é mais interessante porque você pode, além de simular a operação do motor, simular também as condições de montagem do sistema”, diz o estudante Mateus.

O professor Olexiy Shynkarenko, da Faculdade de Engenharia, orientador do grupo, conta que a plataforma surgiu de uma atividade interna da UnB. “É a continuação de um projeto de iniciação científica e então foi submetido ao Congresso Internacional de Astronáutica”, explica.

bernadetealves.com
Plataforma de testes para motor de foguetes feita na UnB, foi selecionada para Congresso Internacional de Astronáutica

Pedro Henrique dos Santos, conta que a equipe buscou materiais acessíveis. “Lemos muitas bibliografias. Os processos que a indústria usa são com materiais mais caros, de difícil acesso para estudantes de graduação. Então usamos plástico e impressão 3D para otimizar a estrutura de satélite, deixar mais leve e resistente”.


O professor Manuel Barcelos, que também orienta os alunos no projeto, diz que a participação no Congresso é muito importante para a carreira profissional dos alunos. “Uma vez graduados, estarão à disposição do mercado. Empresas do Brasil ou de fora podem contratar”.

bernadetealves.com
Universidade de Brasília, Campus do Gama


A apresentação em Dubai está condicionada a conseguir recursos. Os estudantes não têm meios´para arcar com os custos da viagem. Eles precisam de cerca de R$ 40 mil para que pelo menos alguns membros do grupo possam participar. Para isso, os jovens estão fazendo uma vaquinha online ou pelo pix. A chave é o celular (61) 98622-4325.

bernadetealves.com
Universidade de Brasília, Campus no Gama

Fotos: Divulgação UnB e Arquivo Pessoal