Brasília se ilumina de rosa pela importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer

bernadetealves.com
Brasília se ilumina de rosa para alertar sobre o câncer de mama e de colo de útero

O Congresso Nacional e o Palácio do Buriti, em Brasília, ganharam uma iluminação especial cor de rosa, na noite de 5 de outubro, para chamar a atenção sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e outros tipos da doença que atingem as mulheres, aumentando as chances de cura e reduzindo a mortalidade.


A ação faz parte da Campanha Outubro Rosa. Além da cor, o prédio do Congresso também recebeu projeções de frases escritas por mulheres diagnosticadas com a doença.

bernadetealves.com
Outubro Rosa chama a atenção para a importância de fazer exames regulares e prevenir o câncer


A Câmara dos Deputados e o Senado Federal promovem anualmente a campanha “Outubro Rosa”. As ações são coordenadas pela Secretaria da Mulher da Câmara (SecMulher), formada pela Coordenação da Bancada Feminina e Procuradoria da Mulher, e pela Procuradoria Especial da Mulher (ProMul) e Liderança da Bancada Feminina do Senado, com apoio de instituições e organizações parceiras.

bernadetealves.com
Brasília se ilumina de rosa para alertar sobre o câncer de mama e de colo de útero


O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres. Os especialistas reforçam que o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura, por isso, a Campanha Outubro Rosa chama a atenção para a importância de fazer exames regulares e prevenir o câncer.


Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Distrito Federal são estimados 730 novos casos de câncer de mama em 2022. No Brasil, foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama em 2021, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres.


Principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama são:

bernadetealves.com
Outubro Rosa chama a atenção para a importância de fazer exames regulares e prevenir o câncer
  • Caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor;
  • Pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja,
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Saída espontânea de líquido de um dos mamilos.
  • Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços, nas axilas.


Ações do Outubro Rosa no Distrito Federal

bernadetealves.com
Palácio do Buriti se ilumina de rosa para alertar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer


Durante todo o mês de outubro, a Secretaria da Mulher no Distrito Federal promove ações para reduzir a incidência de câncer de mama. A carreta do Sesc irá passar pelo Recanto das Emas, Santa Maria, Samambaia, Ceilândia e Estrutural para realizar os seguintes exames:

  • MAMOGRAFIA: 800 vagas para mulheres com idade entre 50 e 69 anos
  • CITOPATOLÓGICO: 800 vagas para exames em mulheres com idade entre 25 e 64 anos


As interessadas devem fazer um cadastro prévio na administração das regiões administrativas visitadas ao longo do mês. É preciso apresentar documento de identidade, CPF, comprovante de residência do DF e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) para agendar o exame.

bernadetealves.com
Outubro Rosa chama a atenção para a importância de fazer exames regulares e prevenir o câncer


O Ônibus Sesc + Saúde vai fazer 20 atendimentos por dia, divididos em consultas ginecológicas e procedimentos de inserção de dispositivo intrauterino, o DIU. A interessadas devem apresentar o exame preventivo, com validade de até 1 ano, e teste de gravidez de sangue feito nas últimas 24 horas, caso não esteja menstruada. Menores de idade precisam estar acompanhadas de responsável.


A Secretaria da Mulher vai realizar também palestras sobre os cuidados preventivos e sobre o autoexame das mamas, além de orientações sobre o enfrentamento à violência de gênero, entre outros assuntos.


A partir de segunda-feira, dia 10, a ONG Recomeçar, faz uma exposição de fotos de mulheres que enfrentam ou enfrentaram o câncer de mama, na Galeria do Senado Federal e em outros órgãos públicos
A exposição “Amor, I Love You” apresenta fotos de mulheres que foram diagnosticadas com câncer de mama. Segundo Joana Jeker dos Anjos, presidente da ONG Recomeçar, a mostra retrata oito mulheres que tiveram em comum o diagnóstico de câncer de mama “e que conseguiram reconstruir a autoconfiança, autoestima e força para viver”.

bernadetealves.com
Brasília se ilumina de rosa para alertar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer


“O intuito da exposição é sensibilizar o público sobre a recuperação e superação da doença. Queremos mostrar que o câncer de mama não é o fim, mas o início de um novo ciclo na vida da mulher, quando ela se fortalece na fé, na coragem e na luta”, diz Joana.


As fotos mostram as mulheres segurando um coração, como homenagem àqueles que estiveram ao lado delas nos momentos mais difíceis após o diagnóstico. “Um companheiro, uma companheira, a mãe, o filho ou a filha, enfim, quem segurou e segura a sua mão durante as fases mais importantes e delicadas da vida, como o tratamento oncológico”, conta a presidente da ONG.

Fotos: Reprodução