Corpus Christi: celebração ao sacramento da eucaristia

bernadetealves.com
Papa Francisco

Corpus Christi é uma data comemorativa instituída no século XIII que faz parte do calendário tanto da Igreja Católica como de algumas igrejas anglicanas, em homenagem ao sacramento da eucaristia. Corpus Christi é uma expressão originária do latim e, em tradução para o português, significa “corpo de Cristo”.

Estudos cristãos afirmam que, na Quinta-feira Santa, dia que antecedeu a morte de Jesus Cristo, ele se reuniu os apóstolos para a Última Ceia, quando disse: “Isto é o meu corpo (apontando para o pão), e isto é o meu sangue (apontando para o vinho)”. Os católicos creem que Deus é o alimento espiritual da alma.

 

Segundo o Papa Francisco a hóstia consagrada contém a pessoa de Cristo, por isso “somos chamados a buscá-la diante do tabernáculo na igreja, mas também naquele tabernáculo que são os últimos, os sofredores, as pessoas sós e pobres. Foi o próprio Jesus quem o disse”.

Na Itália a Solenidade de Corpus Christi será no Domingo dia 14 de junho no Altar da Cátedral da Basílica de São Pedro com a presença de 50 fiéis. “Este ano não é possível celebrar a Eucaristia com manifestações públicas, todavia podemos realizar uma ‘vida eucarística’”, diz o Papa.

bernadetealves.com

A comemoração de Corpus Christi ocorre exatamente 60 dias após a Páscoa. A data é celebrada obrigatoriamente em uma quinta-feira. Isso acontece como uma simbologia pelo fato de que a Última Ceia ocorreu em uma quinta-feira, segundo a tradição. Outro marco importante para o estabelecimento da data é o Domingo da Santíssima Trindade. Na quinta seguinte ao Domingo da Santíssima Trindade, é comemorado Corpus Christi.

bernadetealves.com
Tapete de Corpus Christi

No Brasil, em decorrência da grande tradição católica, a comemoração da data é acompanhada pela atividade de produzir tapetes, missa e procissão. Os tapetes de Corpus Christi são uma prática comum em muitas partes do país, representando símbolos e cenas importantes da fé católica. Os tapetes são confeccionados a partir de vários produtos, como serragem, borra de café, areia etc. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da terra prometida e a adoração ao Santíssimo Corpo de Cristo é um dos gestos mais profundos de comunhão que podemos estabelecer com Cristo.

Neste ano devido a exigência de distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, a Arquidiocese de Brasília, cancelou a confecção de tapetes e a procissão que acontece todos os anos na Esplanada dos Ministérios. Foi celebrada  missa  na Catedral de Brasília com 50 fiéis.

bernadetealves.com
Catedral de Brasília vista de cima, foto Marcello Casal Jr.