Besouros: personagens do universo cósmico e dos gramados verdejantes

bernadetealves.com

Todos os anos com o inicio do período chuvoso, os insetos tornam-se personagens constantes na vegetação ao redor das casas e apartamentos e alteram a rotina dos moradores. A vegetação é alimento para a maioria das espécies, que aproveitam o momento de abundância para procriar.

bernadetealves.com
Besouro-hércules

Eles são pequenos e inofensivos, mas quando entram dentro de casa, atraídos pela luz, incomodam. Segundo os especialistas, o aparecimento deles sempre coincide com o início da chuva e o período em que o verde volta a surgir pelas ruas e parques.

Besouro é o nome que se dá a várias espécies de insetos que têm um par de asas duras. Elas cobrem e protegem um segundo par de asas, usadas por alguns besouros para voar. Antigamente, todos os besouros podiam voar. Com o tempo, porém, muitas espécies perderam essa habilidade.

bernadetealves.com
Joaninha

Segundo o Departamento de Zoologia da Universidade de Brasília, há no mínimo 250 mil espécies de besouros, algumas conhecidas por nomes populares, como os gorgulhos, os vaga-lumes, as joaninhas e os escaravelhos. Encontrados no mundo todo — exceto na Antártica -, os besouros se adaptam a quase todo tipo de ambiente, até mesmo à água.

bernadetealves.com

Os Besouros existem há milhões de anos, alguns fósseis chegam a ser datados em 270 milhões de anos. Além de ser um dos insetos mais antigos do mundo o Besouro era visto como um deus para a civilização egípcia. O Escaravelho é o totem egípcio da eternidade que representa o renascimento, para alguns ele é visto como um guia do universo cósmico e aparece para nos mostrar a encruzilhada.

bernadetealves.com
Escaravelho-rinoceronte (Oryctes nasicornis)

Escaravelho é o nome comum dado às várias espécies de insetos coleópteros que pertencem à família Scarabaeidae. Esse grupo de insetos apresenta uma grande diversidade hábitos alimentares e modos de vida.

Esses insetos variam muito de tamanho. Quando adultos, podem medir entre 0,25 centímetro e mais de 18 centímetros. Embora a maioria seja marrom ou preta, muitas espécies são coloridas. Não é difícil encontrar exemplares que misturam cores diversas, como laranja, vermelho, amarelo, verde ou azul.

Os besouros adultos têm duas antenas, que os ajudam a encontrar alimento e a reconhecer outros besouros. Contam com uma carapaça dura que protege o corpo, e, como todos os insetos, têm seis patas.

A alimentação dos besouros consiste de outros insetos, pequenos animais e plantas. Algumas espécies são úteis aos seres humanos, pois consomem insetos transmissores de doenças. Outras são nocivas: destroem plantações, transmitem doenças ou roem roupas e tapetes.

Segundo os biólogos, para se defender dos inimigos o besouro bombardeiro (Brachynus crepitans)solta um jato líquido tóxico e escaldante pelo traseiro. O “pum” só é produzido quando ele precisa se livrar dos predadores. No abdômen do bichinho, duas glândulas estocam duas substâncias químicas: hidroquinona e peróxido de hidrogênio. Para evitar acidentes, essas glândulas são naturalmente revestidas com amianto, um isolante químico.

bernadetealves.com
Besouro bombardeiro usa “pum” para se defender de predadores

Especialistas dizem que muitos insetos que passam boa parte do período de seca enterrados saem das tocas e voam para se reproduzirem e botarem os ovos.

Os besouros, são atraídos pela luz e muitos não conseguem voltar para a natureza. Por isso, é comum encontrarmos tantos animais mortos pela manhã dentro de casa.

bernadetealves.com

Nas árvores e gramados verdejante os besouros voam, acasalam-se e se enterram novamente, já que não há o estímulo da luz que altera a rotina deles e esperam a próxima estação para retornarem à natureza.

bernadetealves.com
Besouros: personagens do universo cósmico e dos gramados verdejantes

Dizem que tudo na vida tem um significado basta prestarmos atenção aos sinais. Vamos observar mais a Mãe Natureza.