Vida sorri em dose sêxtupla em hospital no Sertão da Paraíba

bernadetealves.com
Três mães dão à luz a gêmeos na mesma noite no Hospital Regional de Sousa, PB

O nascimento de uma criança é um momento de transformação para a mamãe. Imagina então dar à luz a gêmeos. Para quem é mãe é impossível descrever em palavras a felicidade do surgimento bem-sucedido da vida. Na Paraíba a vida sorriu para três mulheres em plena pandemia.

O Hospital Regional de Sousa, no Sertão da Paraíba, foi protagonista do nascimento de seis crianças na mesma noite do dia 12 deste mês. Três mulheres deram à luz gêmeos com diferença de poucas horas de acordo com notícia veiculada na manhã desta terça feira pela TV  Paraíba.

A primeira mãe a dar à luz foi  Rossana Pereira. Ela chegou ao hospital em trabalho de parto por volta das 19h. Nasceram os gêmeos Gabriel e Miguel.

Por  volta das 21h foi a vez de Rafaela Marques entrar em trabalho de parto para a chegada de Isadora e Benício. “É muito gratificante! Me sinto realizada por gerar duas crianças, e hoje estou aqui mostrando como Deus é maravilhoso”, comentou a feliz mamãe.

Quando a equipe médica terminava o parto teve de correr para atender a mamãe Francisca Solange.  Pouco tempo depois nasceram os gêmeos Ísi Cecília e Francisco Ítalo.

bernadetealves.com

O parto das três gestantes foi feito pelo médico Marcelo Melo, durante seu plantão.“Quando estávamos terminando o primeiro parto, chegou a outra mãe já em trabalho de parto. Fizemos o parto dela e momentos depois, uma terceira mãe chegou. Foi algo inédito, é muito raro mesmo 3 mulheres grávidas de gêmeos chegarem pra ter bebê uma depois da outra”, disse o médico Marcelo Melo.

Os seis bebês e as três mães não tiveram nenhuma complicação durante ou após os partos. Todos estão saudáveis, e as mães, inclusive, estão amamentando normalmente.

Agora, o desejo das mães é que as crianças cresçam com muita saúde e cultivem o laço de amizade criado na noite em que nasceram.

“Quero que eles cresçam sabendo dessa história, que outras mães passaram pelo mesmo procedimento que eu passei. Que eles possam ter uma amizade, um convívio, um laço maior”, conclui Rafaela.

Fotos: Divulgação/Hospital Regional de Sousa