Advogado José Maciel apresenta ‘Espelho de um Percurso’, no Espaço Oscar Niemeyer

bernadetealves.com
Obra de José Couto Maciel em cartaz no Espaço Oscar Niemeyer, na Praça dos Três Poderes


O Espaço Oscar Niemeyer, na Praça dos Três Poderes, abre neste sábado, 15 de outubro, a exposição ‘Espelho de um Percurso’, do advogado pioneiro José Couto Maciel, radicado em Brasília em 1960.


Além da exposição o jurista vai lançar a biografia “Vida Vivida – Histórias de um Advogado”. José Maciel já publicou mais de 60 livros na área do direito. Destaque para “Direito do Trabalho ao Alcance de Todos”, que lhe conferiu o prêmio “Livro de Ouro” e que é best seller na categoria, tendo vendido mais de 1 milhão de cópias e contando com uma edição em braile. Lançou ainda o livro “Reflexões Poéticas de Dois Advogados: Meu Pai e Eu”, uma obra que assina junto com seu pai Anor Butler Maciel, um dos maiores juristas do país.

bernadetealves.com
Advogado José Alberto Couto Maciel

O cidadão honorário de Brasília José Alberto Couto Maciel é, também, acadêmico da Academia Brasiliense de Letras.


O gaúcho José Couto Maciel se apaixonou pelas artes quando tinha 10 anos e conheceu o ateliê de Iberê Camargo, amigo de seu pai, no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro.

bernadetealves.com
José Couto Maciel apresenta ‘Espelho de um Percurso’, no Espaço Oscar Niemeyer


As 64 obras do porto-alegrense José Maciel, pioneiro de Brasília, podem ser conferidas no espaço cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) até 15 de novembro, na Praça dos Três Poderes.


Quadros, desenhos e pinturas em cerâmica revelam a alma criativa em cores fortes e alegres, traço firme, dinâmica de movimentos e a influências do cubismo.


“Gosto de começar o dia pintando e faço isso quase que diariamente e de uma forma intuitiva. Nunca sei o que vou desenhar ou pintar. Depois do primeiro traço a inspiração vem”, diz o artista admirador de Pablo Picasso.

bernadetealves.com
Advogado José Alberto Couto Maciel apresenta ‘Espelho de um Percurso’ no Espaço Oscar Niemeyer


A exposição com curadoria de Danielle Athayde e Cláudio Pereira, será documentada em um catálogo de 146 páginas, com tiragem de 500 exemplares para distribuição, segundo a filha do artista, Adriana Maciel.


As obras podem ser visitadas
de terça a sexta-feira das 9h às 18h; sábados e domingos, das 9h às 17h. Até 15 de novembro.


Fotos: Divulgação e Arquivo Pessoal