Festa de Réveillon 2020 em Brasília brinda o espírito desbravador da capital

bernadetealves.com
Brasília vista de cima, foto Sergey Ryazanskiy, astronauta russo, em 2017

A virada de ano em Brasília é especial: marca o inicio das comemorações dos 60 anos de Brasília. A força, coragem e determinação  do fundador, Juscelino Kubitschek, aliado ao incansável trabalho dos pioneiros que construíram Brasília em apenas mil dias, serve de inspiração para os nascidos aqui.

O governador em exercício, Paco Britto,circulou pelas festividades que celebraram a chegada de 2020 e disse que “a festa representa a virada da transformação na prosperidade, na esperança de uma Brasília e um Distrito Federal melhores”.

bernadetealves.com
Governador em exercício Paco Britto com a esposa Ana Paula Hoff e os filhos Catharina, Cristiano e Flávio

Na Catedral Metropolitana de Brasília, o governador em exercício, acompanhado da esposa, Ana Paula Hoff, e dos filhos, Catharina, Cristiano e Flávio, participou da última missa de 2019 e agradeceu a honra de fazer parte do governo local.  A celebração foi feita pelo cardeal Dom Sérgio da Rocha, e Paco Britto fez a primeira leitura da liturgia.

bernadetealves.com
Celebração da última missa de 2019 na Catedral de Brasília

“Nós não caminhamos sozinhos. Ninguém percorre uma estrada carregando peso se o peso for grande demais”, disse. “A raiva, o desamor e os ressentimentos não permitem caminhar com a liberdade e a alegria que Deus quer. A vida fica pesada.” “Vamos perdoar, reconciliar para começar o ano novo em paz”, disse Dom Sérgio da Rocha.

bernadetealves.com
Bartolomeu Rodrigues e Paco Britto

Acompanhado do secretário de Cultura e Economia Criativa (Secec), Bartolomeu Rodrigues, esteve na Praça dos Orixás, na prainha do Lago Sul. O secretário Bartolomeu Rodrigues, celebrou a “maior e mais completa festa já realizada nesta prainha”. “Isso reflete o respeito que o GDF tem por todas as religiões. O Estado é laico, Brasília é a capital de todos os brasileiros e de todas as religiões”, discursou ao abrir a programação musical da Prainha.

Festa de Réveillon 2020 em Brasília - Paco Britto - Esplanada - Bernadete Alves

Com programação multicultural, os eventos levaram religiosidade, sertanejo, pop rock, samba, cultura popular, hip hop, samba e pagode para a cidade, com a tradicional queima de fogos de aproximadamente 15 minutos na Esplanada dos Ministérios.

bernadetealves.com
Governador Paco Britto com músicos
bernadetealves.com
Luan Santana

Os shows da virada também marcaram a contagem regressiva para o aniversário de 60 anos de Brasília.  O sertanejo Luan Santana falou da emoção  de participar da festa da virada na capital do país.”Eu tô muito feliz de estar em Brasília, trazendo minha música, em uma data tão especial, tão emocionante. A gente fica muito sensível, à flor da pele, né?” “Eu tenho certeza que a gente vai mandar boas vibrações e que nosso ano vai ser lindo.”

bernadetealves.com
Luan Santana na Festa de Réveillon 2020 em Brasília
bernadetealves.com
Festa de Réveillon 2020, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília
bernadetealves.com
O sertanejo Luan Santana na Festa de Réveillon 2020 em Brasília
bernadetealves.com
Público lota Esplanada para a Festa de Réveillon 2020 em Brasília
bernadetealves.com
Bloco Eduardo & Mônica na Festa de Réveillon 2020 em Brasília
bernadetealves.com
Festa de Réveillon 2020 em Brasília

O sambista Dudu Nobre, atração principal da prainha, disse que era “um prazer enorme  estar  celebrando uma nova era, um novo tempo”.”2019 foi um ano muito complicado, de muitas perdas. No samba perdemos grandes nomes, mas acho que 2020 tem tudo para ser uma nova era, abrir novos caminhos.”

“Pra mim, particularmente, estar no início de uma nova década, no coração do Brasil, é muito gratificante. A festa [na Prainha] tem uma parada muito temática voltada à religiosidade, respeitando a diversidade do Brasil”, declarou Dudu Nobre.

bernadetealves.com
Dudu Nobre, atração da festa da virada na Prainha

Os eventos da virada tiveram a assinatura da Secec. Bartolomeu Rodrigues, titular da pasta disse que o investimento foi de cerca de R$ 3 milhões e que o balanço final será feito após as festividades. “Não é gasto, é investimento. Muito se move na economia quando fazemos um evento nessa magnitude. Precisamos entrar com o pé direito nos 60 anos de Brasília”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O governador em exercício, Paco Britto, disse que “Brasília é uma cidade que busca evolução permanente”.

A chegada de 2020, na madrugada desta terça-feira (1º), foi marcada pelas boas práticas voltadas a acessibilidade, sustentabilidade, transparência e valorização dos artistas locais.