General Walter Braga Netto assume Casa Civil e promete lealdade e abnegação

bernadetealves.com
General Walter Braga Netto e o presidente Jair Bolsonaro

O general do Exército Brasileiro, Walter Braga Netto, aos 66 anos de idade, deixa a chefia do Estado Maior do Exército e a cúpula das Forças Armadas, para assumir a Chefia da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro e a missão de coordenar a atividade dos demais ministérios. Este é mais um dos tantos desafios ao longo de sua carreira.

Braga Netto ocupou importantes funções militares. Em julho de 2016, foi nomeado Comandante Militar do Leste, um dos oito comandos nacionais do Exército, com sede no Rio de Janeiro. Em 2018, ficou nacionalmente conhecido após ser nomeado, pelo então presidente Michel Temer, como interventor federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro, cargo que exerceu até o final do mesmo ano, durante a vigência da intervenção.

bernadetealves.com
Solenidade de posse do general Walter Braga Netto na Casa Civil e Onyx Lorenzoni na Cidadania

A posse muito prestigiada foi na tarde desta terça-feira (18), no Palácio do Planalto com a presença do presidente do Senado Davi Alcolumbre, ministros, parlamentares, representantes das Forças Armadas e amigos.

O presidente Bolsonaro  reafirmou que a principal missão do novo ministro Braga Netto será a coordenação das demais pastas e programas do governo. Ele também elogiou o trabalho do general à frente do Estado Maior do Exército.

“O senhor acaba de deixar a chefia do Estado Maior do Exército, uma missão difícil, e só quem tem liderança pode exercê-la. Agora, o senhor ocupa a chefia da Casa Civil, semelhante à chefia do Estado Maior do Exército. Coordenará e me auxiliará, e muito, no contato com os ministros e na solução dos problemas que vão se apresentar para nós”, afirmou o presidente.

Também agradeceu a disposição do ex-ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em trocar “o número da camisa” para assumir o Ministério da Cidadania.”A vida se faz de momentos, e esse vai marcar a vida de muitos. Essa mudança  marcará o destino do Brasil. Nossa responsabilidade é enorme. Se hoje mexemos no tabuleiro de xadrez, é com a certeza de que nenhuma peça será deixada de lado”, afirmou. “É difícil tomar uma decisão, mas pior que não tomar uma decisão é uma decisão má tomada”, completou Bolsonaro.

bernadetealves.com
General Walter Braga Netto assume Casa Civil

O general Walter Braga Netto, novo ministro da Casa Civil, parabenizou o ministro Onyx Lorenzoni “pelo notável trabalho realizado” à frente da Casa Civil.

“Espero corresponder aos anseios do senhor e da nação brasileira. Não me faltarão empenho, dedicação, lealdade e abnegação de contribuir para o crescimento do país”, afirmou Braga Netto, que encerrou o breve discurso com: “Brasil acima de tudo”, lema da campanha de Bolsonaro em 2018.

A solenidade de hoje também marcou a posse de Onyx Lorenzoni no Ministério da Cidadania, em substituição a Osmar Terra, que reassumiu seu mandato de deputado federal pelo Rio Grande do Sul. O médico gaúcho Osmar Terra (MDB-RS),deixa o Ministério da Cidadania, pasta responsável pelo Bolsa Família,e assume seu mandato como deputado federal.

Terra, que também foi ministro no governo do ex-presidente Michel Temer, falou da grandiosidade do Ministério da Cidadania. “Não é o ministério apenas da cidadania, é do esporte, do desenvolvimento social, desenvolvimento humano. Então, fica aí a sugestão para o ministro Onyx Lorenzoni”.

bernadetealves.com
Presidente Jair Bolsonaro, General Walter Braga Netto e Onyx Lorenzoni

O novo chefe da Cidadania disse que sua saída da Casa Civil não é uma redução de prestígio. “Aqui ninguém tem fome de poder. Nós temos, fome de servir. Vamos continuar a nossa tarefa”, falou Onyx Lorenzoni.

O ministro também afirmou que seu sucessor, ministro Braga Netto, vai conduzir “todo o centro do governo”. “Casa Civil está em excelentes mãos, me apresento como soldado”.