Novacap: 64 anos dedicados ao progresso de Brasília e a exuberância da natureza

bernadetealves.com
Paco Britto, vice-governador do DF comemorando os 64 anos da Novacap com o presidente Fernando Leite

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil chega, neste 19 de setembro  aos 64 anos de fundação. Uma história escrita em letras de ouro no passado e presente de Brasília. Além da missão de construir a nova capital do país, do papel social junto aos candangos, seguiu com seu trabalho dinâmico de zelar pelo patrimônio público,cuidar da infraestrutura, deixar a cidade mais florida e também proporcionar qualidade de vida para as pessoas.

  • bernadetealves.com
  • bernadetealves.com

A companhia foi responsável também pela construção do Lago Paranoá, o nosso “mar” em Brasília. Segundo o historiador Adilson Vasconcelos, o  Lago Paranoá era uma obra de empresa estadunidense, mas o presidente JK achou que o serviço estava atrasado, demitiu os estrangeiros e o deixou a cargo da Novacap, que concluiu no prazo, com a inauguração em 12 de setembro de 1959, aniversário de Juscelino Kubitschek.

Além da importância do Lago Paranoá, graças à Novacap o Distrito Federal tem mais de cinco milhões de árvores plantadas, imensas áreas verdes, variedade de flores nos canteiros, gramados e praças. Um arco-iris de cores por toda parte.

Brasília possui árvores de espécies tão variadas quanto as das florestas tropicais e por isso está sempre viva. Árvores, arbustos e flores fazem parte do cotidiano de quem vive no Distrito Federal. A cada mês podemos observar uma ou mais espécie arbórea florida.

bernadetealves.com

Passados 64 anos de sua criação, a Novacap segue como grande aliada do desenvolvimento do Distrito Federal e da proteção do meio ambiente e está se preparando para um período de modernização. O Governo Ibaneis Rocha quer atualizar e transformar a Novacap em uma companhia ágil e moderna.

bernadetealves.com
Novacap: 64 anos dedicados ao progresso de Brasília e a exuberância da natureza

O vice-governador disse que isso será possível graças aos funcionários que são o alicerce da respeitada empresa pública. “Sob o comando de Israel Pinheiro, a Novacap teve em sua folha de pagamento pessoas importantes como Oscar Niemeyer, Lucio Costa, Athos Bulcão e Burle Marx. Porém, tão importante como eles, são todos os atuais 2 mil servidores e outros tantos que passaram por aqui”, afirmou Paco Britto.

O vice-governador Paco falou que a Novacap é a ponta, é o sentir da população que o governo está atuando. E isso acontece graças ao trabalhador, que garante a reforma, a revitalização, a obra.

bernadetealves.com
Paco Britto, vice-governador do DF comemorando os 64 anos da Novacap

Em 2020 a Novacap está desenvolvendo um trabalho extra de recuperação da cidade em várias vertentes. O diretor-presidente da companhia, Fernando Leite, planeja os próximos passos da instituição para uma fase mais produtiva.

Aumentar a produção e eficiência da empresa e reduzir custos e prazos de entrega, dando uma resposta mais rápida para a população de um modo geral é nossa meta. Nós queremos que a companhia seja ainda mais nova. Brasília tem que ser sempre nova, ela foi criada para ser uma cidade moderna. Então, compete à Novacap não deixar a peteca cair; nós temos que continuar novos, por meio de obras e zeladoria. Por isso, estamos preocupados em renovar e oxigenar, em criar formas de deixar nossa empresa atenta e conectada. Brasília não pode ficar velha”, diz Fernando Leite.

bernadetealves.com
Fernando Leite, diretor-presidente da Novacap

O presidente da companhia explica que a gestão está sendo modernizada com TI e capacitação e melhoria de qualidade de vida para empreender o desafio. “A Novacap tem um  compromisso com a cidade. Aqui as pessoas são dedicadas e têm um amor muito grande pelo Distrito Federal. É aquela história: a pessoa não está levantando uma parede, ela está fazendo história”, diz Fernando Leite.

Para comemorar o aniversário a Novacap entregou para o GDF 35 máquinas compactadoras e duas fresadoras de asfalto. As máquinas são suecas e foram investidos cerca de R$ 7 milhões para a aquisição dos equipamentos. As compactadoras serão operadas num sistema rotativo para  garantir o serviço em todas as 33 regiões administrativas.

bernadetealves.com
Novacap doa ao GDF 35 máquinas compactadoras e duas fresadoras de asfalto

O vice-governador Paco Britto disse que a doação da Novacap vai permitir ao Distrito Federal um asfalto muito melhor. Com as compactadoras e fresadoras, será possível acabar com as eternas operações de tapar buracos e partir para o recapeamento completo das vias. “Um benefício para os veículos e para o cidadão, que vai ver, nas ruas, onde está sendo investido seu dinheiro”, disse Paco.

bernadetealves.com
Novacap: 64 anos dedicados ao progresso de Brasília e a exuberância da natureza

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil foi criada, em 19 de setembro de 1956, pela mesma lei que determinou a construção de Brasília, com o objetivo de coordenar as obras da construção de Brasília, e, com a inauguração, a empresa seria fechada. Porém, em 1960, nem tudo estava pronto, e ela continuou os serviços.

bernadetealves.com
Novacap: 64 anos dedicados ao progresso de Brasília

Na época da construção a empresa chegou a ter 30 mil trabalhadores. A companhia teve na folha de ponto funcionários célebres na história candanga: Israel Pinheiro, Oscar Niemeyer, Lucio Costa, Athos Bulcão, Burle Marx.

A Novacap desenvolvia um papel social para os operários. Não só fiscalizava os acampamentos e os alojamentos, mas também administrava as farmácias, atendimentos à tuberculose, hospitais volantes, transportes e chegou a fabricar tijolos para a construção das casas dos funcionários. Até casamento coletivo foi feito sob coordenação da Novacap.

A partir de 1972, ficou responsável por executar as obras e serviços de urbanização e de construção civil de interesse do Governo do Distrito Federal. Como empresa pública, funciona com 49% de ações da União e 51% do governo de Brasília.

A Novacap, através do seu Departamento de Parques e Jardins (DPJ), produz espécies nativas do Cerrado: ipês-amarelos, roxos, rosas e brancos, quaresmeiras, sucupiras, aroeiras, copaíbas, que são importantes por fazerem parte do ecossistema primitivo ou bioma do Cerrado. Essa produção é resultado de pesquisas desenvolvidas dentro dos viveiros do DPJ.

bernadetealves.com
Novacap: 64 anos dedicados ao progresso de Brasília e a exuberância da natureza

Nos viveiros, são realizadas pesquisas agronômicas e experimentações de novas espécies de árvores e flores que se adaptem às condições climáticas e de solo do Distrito Federal.

As árvores nativas do Cerrado são tombadas como Patrimônio Ecológico do DF. Copaíba (Copaifera langsdorffii Desf.), sucupira-branca (Pterodon pubescens Benth), pequi (Caryocar brasiliense Camb), cagaita (Eugenia dysenterica DC), buriti (Mauritia flexuosa L.f.), gomeira (Vochysia thyrshoidea Polh), pau-doce (Vochysia tucanorum Mart.), aroeira (Astromium urundeuva (Fr.All), Engl.), embiruçu (Pseudobombax longiflorum (Mart., ET Zucc.) a.Rob), perobas (Aspidosperma spp.), jacarandás (Dalbergia spp.) e ipês (Tabebuia spp.), são imunes ao corte. Só podem ser retiradas em casos de extrema necessidade, mediante compensação ambiental.

bernadetealves.com
Novacap: 64 anos dedicados ao progresso de Brasília, exuberância do Lago Paranoá e da natureza

Além do amor pelo verde e da seriedade com que cuida dos espaços urbanos de Brasília, a Novacap realiza também projetos sociais, por meio de convênios, que transformam a vida de inúmeras pessoas. Utiliza como mão-de-obra, na produção de flores nos viveiros, cerca de 300 adolescentes e 50 portadores de necessidades especiais –  físicas, auditivas ou visuais -, tornando-os úteis à sociedade. Essas pessoas participam, paralelamente, de um projeto educativo que oferece oficinas nas áreas de esporte, lazer, música, jardinagem e informática. Mas a lição maior dos programas sociais desta Empresa Pioneira é dividir com o público o conceito de cidadania.

Fotos: Vinícius de Melo/VGDFe Paulo H. Carvalho/Agência Brasília