Frutas vermelhas: as protetoras do organismo que promovem longevidade

bernadetealves.com
Frutas vermelhas fazem bem ao cérebro e coração

As frutas vermelhas são essenciais para uma alimentação rica em fibras e vitaminas. Elas atuam no corpo todo: fazem bem para a visão, para o coração, para o sistema imunológico, para a microbiota intestinal. São aliadas da saúde em diversos aspectos.

Grande parte das frutas que tem coloração avermelhada e de tom roxo-escuro se encaixa no poderoso grupo das frutas vermelhas. Caracterizadas pelas cores, que variam de vermelho a roxo, as frutas vermelhas possuem nutrientes benéficos para a saúde, como a antocianina, antioxidante que dá essa cor aos alimentos.

bernadetealves.com
Frutas vermelhas: as protetoras do organismo que promovem longevidade

De acordo com a nutróloga Marcela Voris, da Clínica Médica Voris e Pérola Ribeiro, professora de nutrição da Uninove, de maneira geral, a maior vantagem que destaca as frutas vermelhas das demais é a propriedade antioxidante, que protege o organismo contra a ação dos radicais livres. Isso se deve à  Vitamina C, que auxilia o intestino a funcionar bem e ainda fortalece a imunidade.

bernadetealves.com
Importância das frutas vermelhas no pós operatório

As frutas vermelhas também são de grande ajuda no combate ao envelhecimento, pois, além da vitamina C, elas têm magnésio, cálcio, antocianinas e compostos fenólicos. Também são ricas em vitaminas do complexo B, que contribuem para o bom funcionamento das células. Outro benefício é o poder anti-inflamatório, que potencializa a recuperação das fibras musculares.

Acerola

bernadetealves.com
Acerola: protege as células contra os danos dos radicais livres, o que previne o envelhecimento precoce

Conhecida por seu alto teor de vitamina C, a fruta ajuda na renovação celular e no fortalecimento do sistema imune. Ela também contém cálcio, cobre, cromo, ferro, magnésio, fósforo, manganês, potássio, zinco e vitaminas. Devido à presença do licopeno protege as células contra os danos dos radicais livres, o que previne o envelhecimento precoce. Em 100 g da fruta há 32 kcal.

Ameixa

É rica em potássio, mineral que reduz as câimbras e a fadiga muscular. Possui bastante água e fibras, o que ajuda na saciedade, reduz as taxas de colesterol e diminui as constipações. Contém vitamina C, que fortalece o sistema imunológico e vitamina B — faz bem para o sistema nervoso. É uma fruta com baixo índice glicêmico e regula a glicemia. Em 100 g há 46 kcal.

Cereja

bernadetealves.com
Cereja: contribui com a saúde cardiovascular e combate inflamações

Pequenas e carnudas, as cerejas também têm grandes quantidades de antioxidantes e vitamina C. Por isso, contribuem com a saúde cardiovascular, combatem inflamações e previnem o envelhecimento precoce. A presença de cálcio e fósforo faz bem para os ossos e o potássio ajuda no controle da hipertensão. Em 100 g há cerca de 50 kcal.

Açaí

O fruto de cor roxa tem antioxidantes, além de fibras e carboidratos. Contém também vitamina E, manganês, magnésio, cálcio e cromo, por isso, melhora o trânsito intestinal e o funcionamento cerebral, protege o coração, dá energia e diminui inflamações. Evite consumir com xarope de guaraná ou leite condensado, pois a fruta já é bastante calórica: em 100 g há 262 kcal.

Amora

bernadetealves.com
Frutas vermelhas e seu poder antioxidante

Esse pequeno fruto escuro de sabor doce e ácido possui vitamina C, que ajuda na imunidade, e as fibras, benéficas para o intestino. Ela também é fonte de vitamina K e manganês, que faz bem para os ossos. Além disso, possui antioxidantes que ajudam a manter a saúde do cérebro e prevenir a perda de memória. Em 100 g do alimento há 43 kcal.

Cranberry

É composta principalmente de carboidratos e fibras, o que faz bem para o sistema digestivo e dá energia. Contém fósforo, potássio, vitamina C e A. A antocianina combate infecções do sistema urinário, pois bloqueia a chegada de microrganismos na mucosa da bexiga, e também pode evitar úlceras e gastrites. Em 100 g há 46 kcal.

Framboeza

Tem antioxidantes, vitamina C e A, potássio, fósforo, magnésio e cálcio. A framboesa pode diminuir o açúcar no sangue e melhorar a resistência à insulina, devido à presença das fibras e ainda pode retardar os sinais de envelhecimento. Além de fortalecer o corpo contra doenças, em 100 g do alimento há 52 kcal.

Maçã

bernadetealves.com
Maça: fortalece o sistema imunológico, previne doenças oculares, inflamações, diminui o colesterol e aumenta a saúde óssea

A fruta contém vitaminas, sais minerais, fibras e um antioxidante conhecido como quercetina. Por conta disso, fortalece o sistema imunológico, previne doenças oculares, inflamações, diminui o colesterol e aumenta a saúde óssea. Além disso, as fibras fazem bem para o intestino, mas a antocianina está só na casca! Pode prevenir cáries por estimular a saliva. A maçã fuji com casca tem 56 kcal em 100g.

Morango

bernadetealves.com
Morango: fortalecer o sistema imunológico

Com sabor levemente ácido e adocicado, a fruta possui muitos antioxidantes, fibras, vitaminas A, C e K, potássio, magnésio, fósforo, cálcio, ácido fólico e bastante água. Diminui inflamações, glicemia, pressão arterial e os níveis de colesterol ruim do organismo. Além de fortalecer o sistema imunológico, tem poucas calorias: uma porção de 100 g contém 32 kcal.

Uvas roxas

bernadetealves.com
Uva roxa: ajuda nas defesas do organismo, além de melhorar a saúde do coração

Essa fruta se destaca pela presença de um antioxidante conhecido como resveratrol, que ajuda nas defesas do organismo, além de melhorar a saúde do coração, pois controla o colesterol e diminui a formação de coágulos sanguíneos. Também faz bem para o intestino e ajuda a diminuir inflamações do organismo. Contém fibras, fósforo, potássio e vitamina C. Em 100 g há 49 kcal.

Mirtilo

bernadetealves.com
Mirtilo ou Blueberry: fruta ‘azul’ que tem antioxidantes e fibras que controlam glicemia e hipertensão

Conhecida também como blueberry, a fruta “azul” tem antioxidantes e fibras que controlam a glicemia e a hipertensão. Por possuir Vitamina A e luteína, melhora a visão, e a presença de minerais, como potássio e cálcio, ajudam na recuperação muscular e saúde óssea. Mantém um fluxo sanguíneo saudável, alivia o declínio cognitivo de demências e cada 100 g possuem 57 kcal e 14 g de carboidratos.

Melancia

bernadetealves.com
Melancia: um poderoso hidratante, diminui o colesterol e a pressão e melhora a visão

Por conter muita água em sua composição, a fruta hidrata o corpo. Ela também é rica em carotenoides, incluindo o licopeno, que diminui o colesterol e a pressão, melhora a visão e o risco de alguns tumores. A presença da vitamina C e antioxidantes reduzem a inflamação, os danos oxidativos e a dor muscular. Também possui potássio, cálcio e magnésio e tem ação diurética. Em 100 g há 30 kcal.

Goji berry

É um fruto que se destaca pela grande quantidade de vitamina C, fazendo com que a imunidade aumente. Possui aminoácidos e fibras que contribuem com a saciedade. Contém magnésio, selênio,  e vitamina B2, por isso, tem ação anti-inflamatória, equilibra os níveis de colesterol, melhora a função cerebral e o humor. Em 100 g da fruta há 40 kcal.

Groselha

Apesar de pouco conhecida, também possui bastante nutrientes como vitamina E, C e A, antioxidantes, cálcio, fibras, ferro, fósforo e magnésio. Dessa forma, aumenta a imunidade, faz bem para a pele e a visão, regula a insulina e o funcionamento do intestino. As antocianinas presentes na fruta reduzem a inflamação e os efeitos da artrite no corpo. Em 100 g da fruta há 63 kcal.

Jabuticaba

Com sabor doce e levemente ácido, a fruta esbanja nutrientes, além de fibras e antioxidantes. Também contêm minerais como potássio, cálcio, fósforo e ferro, carboidratos, vitamina C e B. Sendo assim, pode prevenir problemas cardíacos e o envelhecimento precoce. Também ajuda a fortalecer o sistema imunológico e melhora o funcionamento intestinal. Em 100 g há 55 kcal.

Romã

bernadetealves.com
Romã: ajuda no tratamento de doenças inflamatórias intestinais e melhora a circulação

Com um formato excêntrico, a fruta contém sementes comestíveis doces em seu interior que fornecem vitamina B e C, além de ser fonte de ferro, potássio, cálcio e antioxidantes. Ajuda no tratamento de doenças inflamatórias intestinais, melhora a circulação, diminui a inflamação e riscos de infecções. Seu consumo afasta as doenças cardíacas e artrite, e em 100 g da fruta há 83 kcal.

bernadetealves.com
Frutas vermelhas: as protetoras do organismo que promovem longevidade

Além de nutritivas e saborosas, as frutas vermelhas têm mais um ponto positivo: a variedade. São diversos tipos e, com tantas opções, é possível ter frutas vermelhas em casa o ano todo.

É importante lembrar que o consumo in natura é o mais indicado para obter os benefícios de todas as frutas, pois algumas propriedades nutricionais podem se perder quando elas são cozidas ou congeladas, por exemplo.

Fotos: Reprodução