Morre em Brasília o ex-senador Odacir Soares

Morre em Brasília o ex-senador Odacir Soares - Bernadete Alves
Senador Odacir Soares Rodrigues

É com pesar que registro o falecimento do ex-senador da República, Odacir Soares Rodrigues, na noite de ontem no Hospital do Coração, em Brasília. O político tinha 80 anos e estava internado tratando de um câncer. A notícia foi dada pela filha Silva Soares nas redes sociais.

O ex-senador de Rondônia Odacir Soares deixa a esposa Leinha Sadeck e os filhos Silvia, Rodrigo, Cristiane, Beatriz, genros e netos e a irmã Odaiza Soares, uma das pessoas mais solidárias de Brasília.

Morre em Brasília o ex-senador Odacir Soares - Bernadete Alves
Empresário da comunicação Odacir Soares Rodrigues

Odacir foi prefeito, deputado federal e senador da República. Um político que desbravou Rondônia e conquistou uma legião de amigos  na capital do país.

Odacir Soares Rodrigues nasceu no Acre no dia 31 de outubro de 1938. Se formou em direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).  De volta a Rondônia foi um dos principais motivadores de um grupo de jovens advogados, à época, que resolveu fundar a primeira seccional no então território federal, no ano de 1974. Na OAB ainda ocupou os cargos de secretário e vice-presidente da OAB de Rondônia.

Odacir também era jornalista e empresário do Sistema Rondônia de comunicação. Atuou no engrandecimento das comunicações em Rondônia com sua cadeia de emissoras espalhadas pelo Estado.

A convite do então Governador Flávio de Assunção Cardoso exerceu o  cargo de Secretário de Segurança do Território Federal de Rondônia. Depois foi Chefe de Gabinete do Governador e também o primeiro Presidente da Caerd.

Morre em Brasília o ex-senador Odacir Soares - Bernadete Alves
Senador Odacir Soares Rodrigues

Odacir Soares foi prefeito de Porto Velho em duas ocasiões. Em 1970 e em 1975. Assumiu o mandato de Deputado Federal pelo Território de Rondônia de 1979 a 1981, com o afastamento do Deputado Isaac Newton. Foi eleito Senador de Rondônia duas vezes, em 1982 e em 1990. Seu último cargo público foi o de Chefe da Casa Civil no Governo Cassol.

O político será velado hoje à partir das 13 horas na Capela 5 do Cemitério Campo da Esperança. O enterro está previsto para às 16 horas.

Neste momento de dor, prestamos as condolências a todos os familiares e amigos e rogamos para que encontrem forças neste momento tão difícil. Nosso carinho à querida esposa Leinha, a irmã Odaiza e demais familiares e amigos.