Médico Infectologista: luta diária no combate ao inimigo invisível

bernadetealves.com
Dia do Infectologista: profissionais que lutam diariamente no combate ao inimigo invisível

11 de Abril é Dia do Infectologista, o médico indispensável na linha de frente na prevenção e combate a inimigos invisíveis, tanto dentro de instituições de saúde, como hospitais como em várias outras frentes com a missão de pesquisar, diagnosticar e tratar doenças infecciosas e parasitárias, e no desenvolvimento e administração de vacinas.

Este é o segundo ano em que o Dia do Infectologista é celebrado em meio a números assustadores da pandemia da Covid-19. No enfrentamento à Covid-19, esses profissionais tem sido os principais aliados para conter a disseminação do vírus e pesquisar como o coronavírus age no organismo.

bernadetealves.com
Infectologistas: profissionais que lutam diariamente no combate ao inimigo invisível

Desde o surgimento do novo coronavírus os infectologistas enfrentam uma rotina intensa e dolorida. Além de definirem protocolos de prevenção à doença, eles também se dedicam à análise da complexa relação do vírus e seu modo de mutação no corpo humano.


O trabalho incansável dos médicos e profissionais da saúde no combate à Covid-19, que persiste com uma agressividade muito pior do que os cientistas imaginavam, vem acompanhado de exaustão e perdas de familiares, amigos e colegas de trabalho.

bernadetealves.com
Dr. Heitor Vieira Dourado, médico infectologista da Fundação de Medicina Tropical

O médico infectologista da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), fala da importância desses profissionais para conter a proliferação de doenças na sociedade. “O infectologista é chamado para definir qual é essa doença que está em risco de se espalhar; e elaborar planos de tratamento, de controle, trabalhando junto com a epidemiologia, para minimizar o risco que essa doença pode trazer ao se espalhar num grupo populacional e alcançar outros ambientes mais distantes”.

O otimismo pela chegada das vacinas trouxe acalento, mas infelizmente parte da população não contribui e o Brasil continua protagonizando novas variantes e elevados números de diagnósticos e óbitos assustadores.

bernadetealves.com
Infectologistas: profissionais que lutam diariamente no combate ao inimigo invisível

“Nós não sabemos ainda qual vai ser a duração da imunidade que tanto o contato com o vírus ou a vacina pode desencadear nos organismos humanos, para que a gente possa fazer uma projeção de como vai se comportar esse vírus a partir de agora. Então, são vários aspectos que ainda são muitas interrogações no mundo científico. Ainda estamos conhecendo o vírus, porque conhecendo melhor, nós também vamos poder combatê-lo melhor”, explica o médico infectologista Dr. Heitor Vieira Dourado, há 27 anos atuando na Fundação de Medicina Tropical.

Segundo a ciência, o controle da pandemia só será possível com a colaboração de toda a população deste planeta. Todos nós somos responsáveis pelo combate a transmissibilidade. A pandemia afetou a nossa liberdade, mas o mais importante é a preservação da vida.

Resiliência é o sentimento mais comum desde que a pandemia começou. Ser solidário significa ser caridoso, evitar festas e aglomerações em qualquer lugar, usar constante a máscara, fazer distanciamento social, fazer a higiene frequente das mãos, ter empatia com a dor das outras pessoas e claro, compaixão a todas às famílias que não puderam se despedir dos seus entes queridos.

bernadetealves.com
Infectologistas: profissionais que lutam diariamente no combate ao inimigo invisível

“Invista na prevenção, não espere a doença chegar, a saúde preventiva faz bem às pessoas e ao meio ambiente”, Adelmar Marques Marinho.

Nossos agradecimentos e cumprimentos a todos os infectologistas pela garra, empenho e dedicação.