Morre educadora Beatriz Salles de Moraes Rêgo, fundadora e proprietária do Colégio Moraes Rêgo

bernadetealves.com
Beatriz Salles de Moraes Rêgo, fundadora e proprietária do colégio Moraes Rêgo

É com pesar que registro o falecimento da educadora Beatriz Salles de Moraes Rêgo, fundadora e proprietária do Colégio Moraes Rêgo, aos 84 anos, em decorrência de um câncer. Ela deixa os filhos, as professoras Silvia Moraes Rêgo Masson e Simone Moraes Rêgo Nunes de Andrade e o administrador Luiz Carlos de Ávila Nunes Júnior.


A educadora consolidou a escola na 706/906 Sul, ao longo de 50 anos de trabalho e muito amor pela educação. Era um exemplo de pessoa dedicada, carinhosa e que educava para a vida. Dona Beatriz semeou e cultivou as mais belas flores no jardim da educação na capital da República.


O Colégio Moraes Rêgo lamentou a morte da fundadora em suas redes sociais. ‘É com muito pesar e tristeza em nossos corações que comunicamos o falecimento da Dona Beatriz. Deixamos aqui nossa eterna gratidão por todo o seu legado na educação e na vida! Nunca esqueceremos sua força e coragem, sua generosidade sem tamanho e seu carinho e cuidado com todos. Dona Beatriz foi um exemplo em sua jornada na educação por 50 anos de uma linda história com a nossa escola em Brasília’, homenageou o texto.


Tive a oportunidade de visitar o colégio e entrevistar a professora Beatriz para o meu programa de televisão na TV Brasília. Naquela oportunidade percebi a importância da educadora naquele local. Ela me disse que educar crianças era o que mais gostava de fazer. A prova disso foi que colocou seu trabalho, tempo e alma a serviço da formação de crianças e adolescentes de Brasília.


Dona Beatriz recebia os alunos com zelo e carinho para que se sentissem em casa. A mesma hospitalidade dispensada aos estudantes cativava funcionários e pais, que, em muitos casos, são ex-alunos. A dinâmica e a metodologia da escola, que prioriza dar autonomia para a criança, proporciona bons resultados na vida de quem teve a oportunidade de ser educado naquela escola.

bernadetealves.com
Colégio Moraes Rêgo, 706/906 Sul, Brasília

Beatriz Salles de Morais Rêgo nasceu em Belém e cresceu em João Pessoa. Em São Paulo terminou o magistério aos 17 anos. A filha de dois servidores da Receita Federal, lecionou por dois anos em uma escola pública na capital paulista até casar e se mudar para o Rio de Janeiro.


Em 1960 seu marido Luiz Carlos de Ávila Nunes veio para Brasília trabalhar na Imprensa Nacional. Na época Beatriz tinha dois filhos. O terceiro nasceu em Brasília. Em 1966, com os filhos mais crescidos, ela ingressou na antiga Fundação Educacional como professora em uma escola no Gama, por concurso público.


Foi com a experiência no sistema educacional público que lhe possibilitou conseguir licença para abrir uma escola pois Brasília e suprir a falta de instituições de ensino particular. Em 1971, deixou o cargo público e com muita vontade e determinação, foi em busca de seu sonho.


Conseguiu um empréstimo, comprou o terreno e abriu as portas da Escola Maternal e Jardim de Infância Branca de Neve em 8 de março de 1971 com 8 alunos, focada no ensino do Método Montessori.

Cresceu tanto e ganhou credibilidade que em 1977, foi fundado o Centro Educacional Rodolpho de Moraes Rêgo. Vinte anos depois, a educadora Beatriz formou o complexo escolar Colégio Moraes Rêgo, que mantém a tradição do ensino montessoriano até os dias atuais.

Nossos sentimentos aos familiares, amigos, alunos e ex-alunos de Dona Beatriz. Ela parte deixando um precioso legado do saber e do viver. Seu trabalho incrível como educadora ficará eternizado no coração de quem teve o privilégio de recebeu suas lições de sabedoria e de privar de sua companhia. Descanse em paz, nobre educadora.


Fotos: Reprodução