O poder das sementes em nossa alimentação

bernadetealves.com

Estudos comprovam que as sementes são mágicas para a saúde e bem-estar geral. Devem ser incluídas em nossa dieta pelo seu potencial nutritivo. Além de serem fontes de gordura insaturada, considerada a “gordura do bem”, também são ricas em fitoquímicos (substâncias antioxidantes), fitoesteróis (auxiliam na saúde cardiovascular), vitaminas, minerais, proteínas e fibras (responsáveis por nos conferirem aquela sensação de saciedade).

São ótimos alimentos para equilibrar e regular as funções do organismo. Por conterem o embrião de uma planta, as sementes possuem altíssima concentração de enzimas, nutrientes, fibras, minerais, proteínas, óleos e vitaminas, e servem como um excelente alimento, nos auxiliando até mesmo na prevenção e no tratamento de várias doenças.

bernadetealves.com

Pequenas no tamanho, mas gigantes em relação aos poderes e benefícios, esses notáveis alimentos se tornaram um ingrediente responsável por turbinar a dieta e favorecer, até mesmo, um emagrecimento natural do corpo!

O nutricionista Matheus Silva, pós-graduado em nutrição pela USP e especialista da clínica Estima Nutrição, em São Paulo, diz que as sementes tem efeitos positivos no organismo e alerta para o consumo exagerado. Segundo o especialista é importante sempre buscar o aconselhamento de profissional habilitado.

Por desconhecimento dos seus benefícios, muitas pessoas estão deixando de aproveitar todos os benefícios das sementes para a saúde. Algumas são mágicas e merecem atenção especial como as de linhaça e chia.  Além de versáteis e saborosas, ajudam a completar o quadro nutricional necessário para o nosso bem-estar, equilibrando as funções do nosso organismo. Ricas em ômega 3, fibras alimentares, vitaminas e minerais, esses alimentos podem fazer parte de preparações doces ou salgadas, tornando o prato mais rico nessas substâncias.

bernadetealves.com
O poder das sementes germinadas em nossa alimentação

Segundo especialistas as sementes, além das funções nutricionais básicas, trazem outros benefícios à nossa saúde: As sementes ajudam na redução do risco de doenças crônicas. Melhoram a saúde do coração, aumentam o sistema imunológico, reduzem os sintomas da menopausa, melhoram a saúde gastrointestinal, preservam a saúde do trato urinário, influênciam ações anti-inflamatórias, diminuem a pressão arterial, protegem a visão e diminui os efeitos da osteoporose.

bernadetealves.com

Aveia, gergilim, girassol, linhaça, semente de abóbora, chia, amaranto, semente de melancia, ajudam a enriquecer nossa dieta. Eles auxiliam na diminuição do peso, do colesterol, de inflamação como celulite, regulam o trânsito intestinal e aumentam a massa magra. São indicados para quem tem sobrepeso, obesidade, prisão de ventre, colesterol alterado, celulite ou simplesmente quer melhorar a alimentação.

Como vimos as sementes são poderosas, mas para que façam efeitos positivos no organismo, o ideal é acrescentá-los diariamente nas refeições. A quantidade vai depender de indivíduo para indivíduo, mas em média uma colher de sopa por dia.

Aveia

bernadetealves.com
O poder das sementes de aveia em nossa alimentação

O consumo regular de aveia faz com que o intestino funcione corretamente, absorvendo os nutrientes que o organismo necessita e deixando de ser preguiçoso. Além das fibras, a aveia é uma ótima fonte de vitaminas e minerais. Cálcio, ferro, cobre, zinco, magnésio, fósforo e manganês são encontrados em abundância no cereal, e também as vitaminas E as do complexo B e proteínas. É um cereal completo.

Para os diabéticos, as fibras da aveia juntam-se ao açúcar dos alimentos, fazendo-o cair mais lentamente na corrente sanguínea. Para quem tem colesterol alto a aveia é uma ótima aliada na redução do LDL, pois suas fibras são solúveis em água e se transformam em um gel que faz com que as gorduras não se depositem nas artérias, ajudando a baixar os níveis de colesterol ruim, prevenindo doenças do coração e também  de câncer de intestino. Uma colher de sopa misturada ao iogurte pela manhã é o suficiente para proporcionar os benefícios.

Gergilim

bernadetealves.com
O poder das sementes de gergelim em nossa alimentação

O gergelim possui grande quantidade de proteínas, gorduras e carboidratos, sem falar nas fibras e nos lipídios, importantes na redução do colesterol do sangue, com propriedades anticancerígenas e antioxidantes. As sementes de gergelim são ricas em manganês, cobre, ferro, fósforo e cálcio, contêm Vitamina B1, vitaminas do Complexo B, Vitamina E.

Elas também contém fitoesteróis, que bloqueam a produção de colesterol. Os nutrientes do gergelim são melhor absorvidos se triturados antes do consumo. Contêm uma grande variedade de princípios nutritivos de grande valor: lípidos, ácidos graxos insaturados, lecitina, proteínas, vitaminas (E, B1 e B2) minerais e oligoelementos.

O gergelim é ideal para quem procura boa forma ou mesmo uma dieta equilibrada, pois ele possui grande quantidade de fibras, o que auxilia no bom funcionamento do intestino.

bernadetealves.com
O poder das sementes de gergelim em nossa alimentação

O gergelim, também é um bom exemplo de semente rica em proteínas (50%), principalmente em aminoácidos sulfurados. Além disso, a combinação da semente de gergelim com os grãos, como o feijão (caupi), que também contem boas concentrações de proteína (25%), aminoácidos essenciais, fibras e lisina, se completam formando uma excelente fonte protéica.

Girassol

bernadetealves.com
O poder das sementes de girassol em nossa alimentação

As sementes de girassol são uma excelente fonte de vitamina E, um poderoso antioxidante. As sementes de girassol são ricas em fitoesteróides e ajudam a reduzir os níveis de colesterol “mau” no sangue.

 a aumentar a resposta imunológica e a diminuir o risco de contrair alguns tipos de cancro. Ricas em vitaminas e minerais, ajudam a melhorar o nosso sistema imunológico. As sementes de girassol são fontes interessantes de selênio que melhora as funções da tireoide, possui atividade antiviral e antioxidante, ajuda a eliminar metais pesados e tóxicos do organismo. Contém também vitamina E que é um poderoso antioxidante, prevenindo doenças cardiovasculares, reduzindo o risco de câncer.

O magnésio existente nas sementes de girassol é ótimo para relaxar os nervos, logo ajuda na descontração muscular e dos vasos sanguíneos. As sementes de girassol são também ricas em selênio, mineral fundamental para uma boa saúde que ajuda a melhorar a desintoxicação do organismo e tem uma ação preventiva a nível cancerígeno.

O consumo de girassol auxilia no controle da tensão pré-menstrual, favorece a recuperação de processos inflamatórios, auxilia na mobilização do ferro para a síntese da hemoglobina, adrenalina e a formação dos tecidos conjuntivos.

Pode ser consumida junto com nozes, castanhas e amêndoas. Após ser triturada, a semente pode ser consumida em saladas verdes ou frutas picadas,  fazer parte de massas de tortas ou bolos salgados, misturada com cereais e adicionada ao iogurte.

Chia

bernadetealves.com
O poder das sementes de Chia em nossa alimentação

Conhecida como “superalimento”, a chia faz jus ao nome: São importantes fontes de fibras, que em contato com líquido se transformam em uma espécie de gel com a capacidade de retardar o esvaziamento gástrico, com isso a fome demora mais para aparecer; tem capacidade de melhorar os níveis de colesterol no sangue; tem papel interessante na prevenção do Diabetes tipo 2, pois deixa mais lenta a absorção de açúcar no sangue.

A semente pode ser consumida em sucos, porções de frutas, tapioca, empanados, vitaminas, gelatinas e suflês.

Semente de melancia

bernadetealves.com
O poder das sementes de melancia em nossa alimentação

A semente de melancia quando moída libera fatores antioxidantes que auxiliam a manter saudáveis unhas, cabelos e pele. A farinha do caroço de abacate também é rica em antioxidantes, além de ser um antibiótico natural contra diversos tipos de fungos”, assegura o nutricionista Matheus Silva, da clínica Estima Nutrição, em São Paulo.

Uma melhores opções é triturar as sementes em um processador ou liquidificador e produzir uma farinha de semente de melancia, que ajuda a complementar lanches, sucos e refeições. Adicione uma colher de sopa da farinha em sucos e no almoço, por exemplo.

Você pode também usar as sementes no preparo do suco de melancia. Se puder triturar antes levar ao liquidificador, melhor ainda. Lembre de coar em seguida.

Em países africanos, elas são torradas em frigideira e servidas como tira-gostos, petiscos e lanches, mas é importante lembrar que é uma opção calórica.

É muito importante mastigar bem a semente se for comê-la inteira. Isso é essencial para que o organismo absorva os nutrientes. Caso contrário, a semente é de difícil digestão e pode não servir de nada no processo digestivo, ainda prejudicando essa etapa.

bernadetealves.com
O poder das sementes de melancia em nossa alimentação

O chá é uma das formas de consumir as sementes e ainda ajuda em várias funções do corpo. Tem propriedades vasodilatadoras, auxiliando  na circulação sanguínea, eliminando vermes do organismo e no combate e prevenção a hipertensão. Além disso é um chá diurético, que ajuda o corpo a não reter líquidos.

O preparo do chá é fácil. Separe cerca de 2 colheres de sopa de sementes de melancia e deixe desidratar de um dia para outro. Com as sementes desidratadas, lave bem e  coloque meio litro de  água e leve ao fogo. Quando atingir o ponto de fervura, tampe a panela e desligue o fogo. Deixe por alguns minutos. Coe e tome.  O chá pode ser consumido frio mas no mesmo dia do preparo. Pode-se beber em pequenas quantidades durante o dia.

Semente de Abóbora

bernadetealves.com
O poder das sementes  e suco de abóbora em nossa alimentação

A semente de abóbora pode ser consumida tanto na forma de aperitivo como de farinha, esta tem demonstrado potencializar os efeitos de medicamentos hipotensivos (felodipina e captopril) e hipercolesterolêmicos (sinvastatina).  Os estudos também encontraram efeitos positivos na redução de glicose sanguínea, triacilglicerois e colesterol devido à presença de antioxidantes e ácidos graxos insaturados. Além destes benefícios, a semente de abóbora contém proteínas que melhoram o processo de coagulação sanguínea.

A farinha da semente de abóbora, por exemplo, além de conter uma grande quantidade de fibras (principalmente em seu estado maduro), proteínas, antioxidantes (preventivo de doenças, envelhecimento, etc.), também tem efeito vermífugo.

Mateus diz que as sementes são ricas em magnésio, um mineral importantíssimo para o bom funcionamento do corpo como um todo, envolvido em muitas reações biológicas no organismo. “O magnésio está relacionado à melhora de dores de cabeça, nervosismo, depressão, ansiedade, insônia, hipertensão arterial, reduz a inflamação, auxilia na prevenção do Diabetes tipo 2 e a melhora da função intestinal”, diz o nutricionista.

Muitos já sabem que, a ingestão de fibras alimentares esta diretamente relacionada com a prevenção de inúmeras doenças crônicas não transmissíveis como o diabetes, dislipidemias, entre outros. As quantidades de sementes  indicadas variam de acordo com a necessidade e o objetivo de cada pessoa, por isso, é de suma importância procurar um nutricionista para avaliação.

bernadetealves.com
O poder das sementes da abóbora em nossa alimentação

Matheus Silva diz que algumas sementes como as de maçã, pera, pêssego, damasco e cereja,  podem liberar cianeto no processo de digestão e por isso devem ser evitadas.

O profissional também fala que crianças abaixo de 2 anos devem evitar consumir sementes. As sementes de linhaça, tanto a marrom quanto a dourada, devem ser evitadas por: gestantes, crianças antes da puberdade, mulheres com histórico familiar de câncer de mama e pessoas com problemas na tireoide.

bernadetealves.com
O poder das sementes de linhaça em nossa alimentação

Um adulto saudável pode consumir de 1 a 2 colheres de sopa por dia. Adicionar sementes ao iogurte é uma excelente estratégia nutricional, fornecendo muitas fibras que, associadas às proteínas e gordura presentes no iogurte, irão oferecer saciedade por um longo período, sendo bastante interessante para pessoas que estão em processo de emagrecimento. As sementes também contribuem para a melhora da função intestinal.

As sementes podem ser chamadas de ”Sê-Mente”, um alimento perfeito para todos que precisam desenvolver e serem mais conscientes, lúcidos, assertivos, coerentes e prósperos. Seu consumo da forma correta turbina a mente e o organismo.

bernadetealves.com
O poder das sementes de linhaça em nossa alimentação

Algumas sementes de frutas não servem para o consumo e ainda podem causar problemas para o organismo. Segundo especialistas a semente da maçã, por exemplo, não pode ser ingerida. Ela contém amigdalina, um composto que produz cianeto ao entrar em contato com as enzimas do corpo humano. O cianeto gera um tipo perigoso de veneno, que inclusive é capaz de matar. Comer uma ou duas sementes por acidente não mata, mas é preciso ter cuidado.

Amigdalina também está presente nos caroços de pêssego, pêra, cereja e damasco.

A castanha de caju, considerada semente também, não pode ser ingerida crua, pois possui toxinas que geram problemas de pele como dermatite e inflamações. Se consumida crua e em grande quantidade, pode inclusive matar. Ela só elimina essas toxinas quando é torrada.