Alimentos que contribuem para a saúde e a longevidade

bernadetealves.com
Frutas vermelhas e suas propriedades

Uma dieta rica em vegetais e frutas é essencial para uma vida saudável, dizem os especialistas. A recomendação dos nutricionistas é consumir alimentos que garantem saúde e saciedade ao mesmo tempo. Os ideais são grãos integrais, oleaginosas, feijões, frutas vermelhas, fibras, batata doce, tomate, verduras e legumes, azeite extra virgem, carnes brancas e peixes.

As frutas têm grande poder antioxidante, pois protegem o organismo da ação danosa dos radicais livres. Além de gostosas podem ser consumidas in natura, o ano todo ou em forma de sucos. Comer frutas entre as principais refeições diminui o apetite e colabora com a balança.

bernadetealves.com
Tomate é rico em licopeno

O tomate é uma fonte bastante conhecida de licopeno. O licopeno tem importante função antienvelhecimento ao proteger a próstata e o aparelho cardiovascular. A substância é sempre melhor absorvida pelo organismo junto com azeite extravirgem, o óleo que ajuda na diminuição do colesterol ruim e aumenta o bom. As frutas também são fonte de carboidrato. O ideal é comer, pelo menos, duas variedades ao dia.

Alimentos ricos em licopeno são aqueles com tons avermelhados, já que o nutriente é responsável por dar essa coloração natural. Mas essa não é sua única função: um estudo divulgado pelo Front Pharmacology mostrou que o licopeno pode ajudar na melhoria da função vascular e na prevenção de doenças do coração.

bernadetealves.com
Alimentos antioxidantes

Além dos benefícios ligados à saúde cardiovascular, um estudo do British Journal of Dermatology analisou o consumo de pasta de tomate por mulheres saudáveis, e concluiu que o licopeno pode atuar, em longo prazo, como fator de prevenção em problemas de saúde que afetem a pele. Outro estudo, divulgado no periódico European Journal of Nutrition revelou que o licopeno pode até mesmo contribuir com a fertilidade em homens.

Outra pesquisa publicada no International Journal of Nutrology afirmou que, graças à sua grande capacidade antioxidante, o licopeno é capaz de atingir concentrações elevadas no tecido prostático, e com isso, ajudar na prevenção do câncer de próstata.  Mais estudos científicos estão sendo realizados para provar ainda mais a eficácia do licopeno.

bernadetealves.com

Alimentos de coloração vermelha, como o tomate, melancia e mamão, possuem a substância licopeno que ajuda a remover uma parte do oxigênio que respiramos chamada de radicais livres . Eles estão ligados a processos degenerativos como o câncer e o envelhecimento do organismo.

As verduras, brócolis e couve-flor, possuem nutrientes como o composto sulforafane, que pode destruir substâncias cancerígenas. Já o espinafre e a laranja contêm ferro e ácido fólico, a vitamina B que baixa o nível de irritação dos vasos sanguíneos, ocasionando o ataque cardíaco. Contém ainda dois nutrientes derivados de vegetais que previnem a cegueira.

bernadetealves.com
Espinafre

A castanha e os peixes, como o salmão e a sardinha, possuem a gordura ômega 3. Ela abaixa o nível de colesterol ruim e de triglicérides, tipos de gorduras que podem ser produzidas pelo organismo ou ingeridas através dos alimentos.

As fibras existentes nos cereais, as nozes, as sementes de abóbora e o gergelim também ajudam a diminuir o colesterol. Os condimentos, que não faltam na culinária brasileira, como o alho e a cebola, podem regredir o crescimento de um tumor, além de fornecer proteção cardíaca.

bernadetealves.com
Frutas variadas as aliadas da saúde

O ideal é consumir vegetais, frutas, verduras e legumes da estação por serem mais frescos, além de mais baratos; escolher alimentos variados para garantir uma dieta equilibrada em nutrientes, vitaminas, água e sais minerais; dar preferência a produtos naturais, ou seja, não industrializados; quando não for possível evitar o consumo de alimentos industrializados, ingerir em pequena quantidade e não repeti-los por dias seguidos.


Batata Doce

Rica em fibras e antioxidantes. É um carboidrato complexo de baixo índice glicêmico, o que significa que ela libera glicose no sangue aos poucos sem estimular a produção de insulina. Portanto, quem come o alimento demora mais para sentir fome. Além do mais o tubérculo é conhecido pelo efeito anti-câncer e por ajudar na dieta de quem pretende emagrecer.

Feijão

bernadetealves.com
Feijão, o alimento completo


Os feijões são ricos em flavonóides saudáveis e fibras e são uma excelente fonte de proteína. As dietas ricas em feijão e leguminosas têm demonstrado reduzir o risco de câncer de cólon e ataques do coração.

Grãos integrais

bernadetealves.com
Grãos integrais e seus benefícios

Fornecem fibra, minerais e também incluem antioxidantes. Eles têm função importante na redução do colesterol ruim. Os grãos integrais são ótimos aliados para nos mantermos mais saudáveis. São eles, a farinha, farelo ou flocos de aveia integral, linhaça em farinha ou semente, chia integral, quinoa, gérmen de trigo e gergelim.

Oleaginosas

bernadetealves.com
Oleaginosas e seus benefícios para a saúde


Uma pesquisa da Harvard School of Public Health mostrou que pessoas que comem pelo menos  três nozes ao dia têm menor risco de doença coronária. As oleaginosas têm bala na agulha para minimizar esses processos. Elas reúnem gorduras insaturadas, proteínas, fibras e antioxidantes. “Também são fontes das vitaminas E e do complexo B e de minerais como zinco, potássio, manganês, ferro, cobre e selênio”.

Algas


Também rica em anti-oxidantes, a alga atua na prevenção do câncer. É conhecida por ter  minerais como cálcio, ferro, iodo, potássio e magnésio, fundamentais para impulsionar a energia.

Tofu

bernadetealves.com
Tofu é rico em proteínas e aminoácidos

Tofu é um alimento produzido a partir da soja que fornece proteínas, minerais e aminoácidos. Tem uma textura firme parecida com a do queijo e serve como outra alternativa para carne, sabor delicado, cor branca cremosa.  É originário da China, mas muito comum também na alimentação japonesa e coreana.

A soja é composta pela substância isoflavona, por vitaminas, fibras e sais minerais. O alimento reduz o risco de câncer mamário, ajuda nos sintomas da menopausa, além de conter coadjuvantes eficazes na prevenção de câncer de próstata e na prevenção da osteoporose.