Butantan envia vacina CoronaVac para  testagem no Rio Grande do Sul

bernadetealves.com
Hospital São Lucas da PUCRS, em Porto Alegre

A vacina chinesa  CoronaVac, que está sendo testada no Brasil para combater a Covid-19, chegou ao Rio Grande do Sul, na segunda-feira, dia 3 de agosto, no Hospital São Lucas da PUCRS (HSL). Dr. Saulo Bornhorst, diretor técnico do Hospital, comemorou o recebimento dos primeiros lotes com o insumo para a testagem, enviados pelo Instituto Butantan de São Paulo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Desde o início da pandemia, todo mundo ficou muito preocupado. É uma luz no fim do túnel, é uma saída.Imaginamos que o desfecho positivo mais provável para essa situação do coronavírus seja pela vacinação. Essa chegada das doses é um marco. A pesquisa tem um protocolo de preenchimento de dados. Os voluntários preencherão um formulário, tem o termo de responsabilidade”, declara o Dr. Saulo Bornhorst, diretor técnico do Hospital.

Para aplicar as doses, equipes do HSL serão treinadas pelos profissionais do Instituto Butantan, pois o estudo precisa seguir uma série de regramentos. Cada voluntário receberá duas doses com intervalo de 15 dias entre elas. Nesse período e após as aplicações, todos serão acompanhados pelo grupo de pesquisa, que conta com médicos e outros profissionais da saúde.

bernadetealves.com
Equipe do Hospital São Lucas de Porto Alegre recebe vacinas do Butantan para testagem de vacinas

A equipe do Hospital São Lucas informa  que teve mais de 5 mil inscrições de voluntários interessados em participar do estudo. A lista com os 850 profissionais da saúde que serão envolvidos no processo deve ser finalizada nesta semana, para que em seguida os testes possam ser agendados. Os participantes serão divididos em grupos e após receberem as injeções, serão monitorados continuamente para documentação dos resultados.

bernadetealves.com
Hospital São Lucas da PUCRS

A pesquisa que testa a eficácia e a segurança das doses está sendo coordenada pelo Instituto Butantan e tem estimativa de ser concluída entre o final de outubro e o início de novembro.

O Hospital São Lucas da PUCRS  é um dos 12 centros no Brasil que participam da fase três do ensaio clínico nacional, coordenado pelo Instituto Butantan, de São Paulo, e autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).