Weintraub torna-se persona non grata em Brasília

bernadetealves.com
Abraham Weintraub, ministro da Educação. Foto Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Câmara Legislativa do Distrito Federal, aprovou por unanimidade, na quarta-feira, dia 12, o Título de Persona non grata a Abrahão Weintraub, ex-ministro da Educação. O autor da moção foi o deputado Chico Vigilante.

A iniciativa aconteceu porque Weintraub, enquanto comandou o Ministério da Educação, fez crítica à capital do país e demonstrou ódio por Brasília. Em uma reunião que se tornou pública ele declarou que Brasília era um “cancro de corrupção”, uma “porcaria”, a gravação foi divulgada na imprensa por determinação do ministro do STF Celso de Mello.

bernadetealves.com
Abraham Weintraub, ministro da Educação, durante reunião ministerial no Palácio do Planalto

“Eu não quero ser escravo nesse país. E acabar com essa porcaria que é Brasília. Isso daqui é um cancro de corrupção, de privilégio. Eu tinha uma visão extremamente negativa de Brasília. Brasília é muito pior do que eu podia imaginar. As pessoas aqui perdem a percepção, a empatia, a relação com o povo. Se sentem inexpugnáveis”, disse Weintraub na reunião ministerial.

O deputado Chico Vigilante declarou:. “Além de sua pública e notória incompetência na condução das políticas educacionais e da sua completa falta de educação e de respeito à democracia e às instituições, ele [Weintraub] também resolveu desmerecer Brasília e seus habitantes. Ele merece merece o repúdio de toda a sociedade brasileira, e em especial da sociedade brasiliense”.

bernadetealves.com
Abraham Weintraub

Nunca na história da Câmara Legislativa do Distrito Federal foi aprovado um titulo desta natureza.