Jornalista Pedro Fistarol perde a vida aos 37 anos

bernadetealves.com
Jornalista Pedro Fistarol

É com muita tristeza que registro o falecimento do querido colega, amigo e conterrâneo Pedro Fistarol, ocorrido na noite de domingo em Ijuí- RS. Pedro era um jornalista atuante na capital do país e cobria a área política, cultural e gastronômica. Um assessor de imprensa muito disputado.

Além de excelente repórter era um ser humano magnífico. Sempre cordial, prestativo, respeitador, ético e alto astral. Seu falecimento de forma prematura deixa um grande vazio no coração de quem teve o privilégio de conviver e aprender com ele.

bernadetealves.com
Jornalistas gaúchos Pedro Fistarol e Bernadete Alves, durante exposição de carros antigos no Pontão do Lago Sul

Pedro Fistarol trabalhava desde 2019 no gabinete 23 da Deputada Distrital Júlia Lucy, do Novo/DF. Era mais que um profissional da imprensa, era amigo para todas as horas. Sua morte prematura deixou todos consternados.

Pedro Fistarol construía pontes de amizade, de sabedoria, de empatia, de fraternidade, de respeito e união, em sua magnífica estrada da vida.

Nossos sentimentos aos familiares de Ijuí, colegas da imprensa e amigos. A sua presença amiga e cativante jamais será esquecida. Pedro era luz. Era alegria. Ele agora vai acolher e iluminar os caminhos de quem precisa.

bernadetealves.com
Jornalista Pedro Fistarol

A deputada Júlia Lucy  emitiu Nota de Pesar em suas redes sociais. “É com muita tristeza e dor que comunico o falecimento do meu amigo e colaborador Pedro Fistarol. Pedro era meu braço-direito, responsável por todos os meus compromissos de agenda. Mas, mais que do isso, ele cuidava de cada espaço da minha rotina com prazer, profissionalismo, competência e dedicação. Em muitos momentos, Pedro cuidava da minha família e foi assim que ele passou a fazer parte dela.”

“Pedro era o coração e as veias do gabinete 23. Em minha memória, fica o seu sorriso, irreverência, inteligência e lealdade. Gratidão eterna por ter tido a honra de conviver com esse ser iluminado. Em meu coração, restará a saudade e o amor por ele, meu irmão em Cristo. Que Deus nos conforte e nos dê o dom da aceitação perante essa perda irreparável. Que Pedro seja recebido com festa no céu, porque sei que é assim que ele gostaria.”

Como é difícil aceitar que alguém no auge da vida e de um trabalho exemplar, vá para o outro plano. O que nos conforta é saber que ele era amado e respeitado. Sua presença permanecerá viva em nossos corações.

Que Deus o acolha na glória eterna.