Primeira ‘Superlua’ de 2021 reina absoluta no céu de Brasília

bernadetealves.com
Primeira ‘Superlua’ de 2021 reina absoluta no céu de Brasília

O domingo, 28 de março, proporcionou uma noite especial para nós que moramos em Brasília. Foi como um acalento para os corações feridos durante esta pandemia do novo coronavírus.


É difícil descrever a grandiosidade daquele momento
, mas foi fácil senti-la no nosso coração. Fomos tomados pela magia e encantamento da Lua Cheia e renovamos nossa fé e esperança em tempos melhores para a humanidade.

bernadetealves.com
Primeira ‘Superlua’ de 2021, clicada nos céus de Brasília por Leo Caldas

A primeira ‘Superlua’ de 2021 iluminou a escuridão e fez a festa para os apaixonados pelo fenômeno e para o consagrado fotógrafo Leo Caldas que compartilhou o espetáculo do Universo com seus seguidores do Instagram.

bernadetealves.com
Primeira ‘Superlua’ de 2021 reina absoluta no céu de Brasília

No amanhecer desta segunda-feira, dia 29, ela ainda estava linda no céu da capital do país. Segundo a Agência Espacial Norte-Americana, as superluas são um dos eventos que encantam os apaixonados pelo firmamento.

Superlua é quando a Lua cheia está na posição de sua órbita mais próxima da Terra, em um ponto chamado de Perigeu. Quando isso ocorre, a Lua apresenta-se até 15% maior e 30% mais brilhante.

bernadetealves.com
Primeira ‘Superlua’ de 2021 reina absoluta no céu de Brasília até o amanhecer

A Superlua acontece porque a Lua está na fase completa, lua cheia, e atinge o Perineu. Esse fenômeno, embora seja frequente, não acontece todo mês porque a órbita lunar muda à medida que a Terra gira em torno do Sol e também por influência dos outros planetas.
Segundo a NASA este fenômeno permanecerá até a noite do próximo sábado dia 03 de abril.

bernadetealves.com
Primeira ‘Superlua’ de 2021 em contraste com as colunas da Catedral de Brasília

Curiosidades sobre a Lua

  • O termo ‘Superlua fui utilizado pela primeira vez em 1979 pelo astrólogo americano Richard Nolle, mas o nome oficial do fenômeno na Astronomia é Lua cheia perigeana.
  • A Lua é o satélite natural da Terra e sua órbita ao redor do planeta não é um círculo perfeito, trata-se de uma trajetória elíptica (oval) que leva em torno de 27 dias para efetuar uma volta completa. Durante esse trajeto, a Lua pode estar mais próxima ou afastada da Terra.
  • O ponto mais próximo da órbita lunar, o Perineu, está a uma distância média de 363.300 km da Terra. Já o Apogeu, ponto mais afastado, está a aproximadamente 405.500 km.
  • A interação entre a Terra e a Lua movimenta as marés pela atração gravitacional. A movimentação cresce à medida que aumenta a interação. Sendo assim, as marés altas crescem um pouco mais que o normal e as marés baixas podem sofrer diminuição.
  • bernadetealves.com
  • bernadetealves.com

Fotos: Leo Caldas/Arquivo pessoal e TV Globo/Reprodução