Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho: desafio contínuo de trabalho seguro e saudável

bernadetealves.com
Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho: desafio contínuo de trabalho seguro e saudável

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu em 2003 o 28 de abril como o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. A data foi instituída no Brasil pela Lei nº 11.121/2005.


A iniciativa tem por objetivo divulgar dados e informações para que trabalhadores de todos os setores tenham consciência da necessidade de criar projetos e rotinas para prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.


O grande desafio imposto pela pandemia para empregadores e empregados é manter um ambiente de trabalho seguro e saudável para todos. Relatório da OIT mostra que é preciso levar em conta, além do risco de contágio dos colaboradores, o adoecimento ocupacional, com doenças como a depressão e a síndrome de Burnout (síndrome do esgotamento profissional).


A situação fica mais alarmante dentro dos ambientes hospitalares
. Além dos plantões exaustivos, das vestimentas nada confortáveis, os profissionais de saúde e os trabalhadores da linha de frente no combate a panandemia, precisam enfrentar o medo constante de serem infectados e de levarem o vírus para suas casas.


Por isso além dos programas de implantação de normas de segurança é preciso combater e aliviar os sintomas de depressão, de exaustão, angústia, decorrentes da atividade, proporcionando bem-estar para todos.

bernadetealves.com
Profissionais do Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin), de Goiás

Exemplo de ambiente seguro e saudável é o Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin), de Goiás, que desenvolve um trabalho sério e importante no combate às doenças associadas ao trabalho. De acordo o técnico em Segurança do Trabalho, Carlos José Alves de Oliveira Santos, todos os ambientes no hospital são avaliados periodicamente e realizados programas que garantam a segurança física e sanitária dos colaboradores.

“A pandemia assustou os profissionais da saúde. Muitos tinham receio de trabalhar no hospital, mas com um programa bem elaborado e eficaz conseguimos garantir o bem-estar e segurança de todos”, diz Carlos José Alves.

bernadetealves.com
Hospital Regional de Formosa (HRF)

Além da unidade de saúde de Trindade, o mesmo cuidado é oferecido nos hospitais: Regional de Luziânia (HRL), Regional de Formosa (HRF) e Regional de São Luís de Montes Belos, todos administrados pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED.


Fotos: Divulgação