Santo Antônio: a celebração da resiliência, doação, amor e respeito

bernadetealves.com
Santo Antônio: a celebração da resiliência, doação, amor, sabedoria, respeito e fé

Celebramos neste domingo, 13 de junho, o Dia de Santo Antônio, o santo da doação, da resiliência, pureza, sabedoria, fé e renúncia às vaidades. O Santo padroeiro de todas as casas, de todos os cantos e corações. Santo Antônio é considerado um dos doutores da Igreja, sendo chamado de “Doutor do Evangelho”, pela riqueza da sua pregação.

Devido à sua caridade com os humildes, Santo Antônio é considerado padroeiro dos pobres porque oferecia alimentos aos menos favorecidos. A partir dessa história, as igrejas dedicadas ao santo passaram a distribuir pães aos fiéis, chamado de Pão de Santo Antônio.

bernadetealves.com
13 de Junho, Dia de Santo Antônio, padroeiro dos pobres

Devido à sua caridade com as pessoas necessitadas, o papa Leão XII o chamou “o santo de todo mundo”, porque por todas as partes é possível encontrar sua imagem e devoção. É padroeiro dos pobres, dos viajantes, dos pedreiros, dos padeiros, dentre outros. Santo Antônio também ajuda as pessoas a encontrarem objetos perdidos.

O Menino Jesus no colo de Santo Antônio: representa a extraordinária intimidade do santo com Jesus. Todo o dom da pregação de Santo Antônio vem da sua intimidade com Jesus na oração profunda e na Eucaristia. Daí vinha toda a sabedoria e os dons que se manifestavam em Santo Antônio.

O lírio na imagem de Santo Antônio representa sua castidade e pureza de coração. Simboliza também a estação do ano na qual o santo morreu, o verão no hemisfério norte.

bernadetealves.com
Santo Antônio, o “Doutor do Evangelho”, pela riqueza da sua pregação

O Terço na imagem de Santo Antônio representa sua entrega e devoção à Mãe de Deus. Santo Antônio começou a ser representado com o Terço na cintura, no século XVI, para mostrar que ele era homem de oração. O terço também fazia parte do hábito franciscano.


O cordão na Imagem de Santo Antônio representa seus votos perpétuos. O cordão faz parte do hábito franciscano. É um cinto de corda que contém três nós. Estes nós simbolizam os votos de obediência, pobreza e castidade, que todo religioso franciscano professa quando faz os votos perpétuos.

O cabelo raspado no centro da cabeça se chama tonsura e representa o voto de castidade de santo Antônio. A tonsura era uma cerimônia religiosa, na qual o Bispo raspava o cabelo de quem estava sendo ordenado no primeiro grau da Ordem. A tonsura tinha também o significado de renuncia das vaidades e ser como o Cristo, sendo coroado rei que se oferece a serviço de todos.

Viva o Antônio milagroso, viva o amor e o respeito presentes em cada um de nós, em abundância, para ser distribuído e multiplicado. Santo Antônio, rogai por nós, por nossa saúde e consciência coletiva.

Oração a Santo Antônio


A vós, Antônio, cheio de amor a Deus e aos homens, que tiveste a sorte de estreitar em teus braços ao menino-Deus, a ti cheia de confiança,peço por meus irmãos mais necessitados, pelos que sofrem e pelos oprimidos, pelos marginalizados e aqueles que, hoje, mais necessitam de sua proteção. Fazei com que nos amemos todos como irmãos e que, no mundo, haja amor e não ódio. Amém.

A história do intelectual português que se chamava Fernando


Santo Antônio (ou Santo Antônio de Pádua) nasceu na cidade de Lisboa com o nome de Fernando Antônio Bulhões no dia 15 de agosto de 1195. Aos 19 anos, mesmo contrariando seu pai, entrou para o Mosteiro de São Vicente dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho. Foi ali que adquiriu vastos conhecimentos com os livros seus companheiros de jornada.


Em uma época, no século 13, em que as distâncias eram enormes, dada a precariedade dos meios de transporte, Fernando Antônio esteve no Marrocos, na França e principalmente em quase todas as regiões da Itália, por onde se esmerou na arte da andarilhar para pregar a palavra de Deus

Dois anos depois, o jovem foi transferido para o centro de estudo de Coimbra – um dos mais importantes de Portugal. Com dez anos de jornada em Coimbra, se tornou sacerdote graças ao seu amplo conhecimento e seu poder de pregação. Tinha uma voz clara e forte, aparência imponente, memória prodigiosa e um profundo conhecimento, o espírito de profecia e um extraordinário dom de milagres.

bernadetealves.com
Basílica de Santo Antônio de Pádua, na Itália

Anos depois, tornou-se Franciscano e pregou em Portugal, na Itália e na França. Grande pregador e estudioso de teologia, o frei Antônio ganhou prestígio e a admiração do baixo, médio e alto clero. Ao longo de sua trajetória, Santo Antônio fez o pedido para ir a Marrocos pregar a palavra de Deus, mas no caminho foi acometido por uma doença que impediu que sua viagem se concretizasse.


Na volta a Portugal
, o barco acaba por ser desviado para Sicília, na Itália, onde ocorria um encontro de mais de cinco mil frades franciscanos – episódio conhecido como Capítulo das Esteiras. Lá, conhece pessoalmente São Francisco de Assis. Antônio foi o autor dos Sermões dos Grandes Santos e das Festas.

Há 790 anos, numa sexta-feira 13 de junho de 1231, morria o frade português que se tornou o santo mais popular do Brasil. Logo depois da sua morte, o nome dele já evocava uma legião de fiéis por todo o mundo. Ele foi canonizado apenas um ano depois da morte dele pelo papa Gregório IX .

Fotos: Divulgação