Dia do Abraço: abraçar fortalece, mas devido a Covid, não abraçar é um gesto de amor e de cuidado

bernadetealves.com
Dia do Abraço: abraçar fortalece, mas hoje não abraçar é um gesto de amor e de cuidado

O abraço é um gesto de acolhimento, afetividade, proteção e amor. Fortalece o sistema imunológico, diminui o risco de doenças cardíacas, reduz o estresse e desenvolve a afetividade. Estudos comprovam que a troca de energia que ocorre durante o abraço é um investimento no relacionamento e ajuda a criar empatia e compreensão.


Dentro dele o mundo fica mais seguro e mais leve. O abraço acalma, renova e anima. Quanto mais apertado ele é, mais alivia as nossas preocupações e mais nos fortalece.

bernadetealves.com
Dia Internacional do Abraço: o gesto que acalma, renova e fortalece todos os seres

Que saudade de receber e dar um abraço afetuoso. Um gesto que nos fortalece, mas devido a pandemia da Covid-19, vamos seguir a recomendação da Organização Mundial de Saúde. Hoje, não abraçar é um gesto de amor e de cuidado. O afeto, o cuidado e o amor, mesmo que distante, vive bem próximo do coração de quem sente.

Por enquanto só podemos abraçar quem está com a gente, mas com fé em Deus, logo voltaremos a distribuir os abraços calorosos que guardamos para nos proteger nesse momento tão difícil que ceifou mais de 448 mil vidas.

bernadetealves.com
Dia do Abraço: abraçar é um gesto de afetividade, mas devido a pandemia, o distanciamento social é o melhor remédio

O distanciamento social, no entanto, não deve ser sinônimo de distanciamento afetivo e emocional. É hora de compartilhar fé, esperança e bons sentimentos. O gesto físico do abraço fica para depois. Enquanto isso podemos abraçar nossos pets e as árvores.

bernadetealves.com
Dia Internacional do Abraço: o gesto que acalma, renova e fortalece

Para nos proteger e cuidar daqueles que amamos vamos enviar muitos abraços virtuais,mensagens como “lembrei de você”, “obrigada por fazer parte da minha história”, fotos, poesias, ou qualquer forma de representar o sentimento de gratidão.

Que cada um de vocês sinta-se abraçado em pensamento e que possa ter forças para seguir em frente, principalmente para as famílias que perderam seus amores para a Covid-19. Vamos continuar tomando todas as precauções contra o vírus e com esperança de que a pandemia vai passar. Vamos vencer mais essa!.

bernadetealves.com
Marocas abraçando o irmão Faruk, numa demonstração de proteção

O Dia Internacional do Abraço surgiu em 2004 quando o australiano Juan Mann criou a campanha “Free Hugs“, em Sydney. O objetivo era oferecer abraços gratuitos às pessoas que passavam em Pitt Street Mall, uma rua movimentada da cidade, para incentivá-las a reproduzir o gesto de carinho. Imediatamente a ideia se espalhou pelo mundo.

Fotos: Divulgação